Internacionais

Crianças colombianas aprendem a identificar minas terrestres enterradas durante guerra civil

Reuters
Reuters
Crianças colombianas aprendem a identificar minas terrestres enterradas durante guerra civil
Alunos identificam possíveis locais de minas em Carmen de Viboral, na Colômbia

21 de julho de 2021 - 16:53 - Atualizado em 21 de julho de 2021 - 16:56

(Reuters) – Uma organização sem fins lucrativos está ensinando crianças na região rural da Colômbia a identificar minas terrestres enterradas perto de suas comunidades por grupos de guerrilha durante a longa guerra civil do país.

Desde 2013, a Fundação HALO Trust criou programas para desativar as minas antipessoais nas regiões de Antioquia, Meta, Tolima, Cauca, Valle del Cauca, Nariño e Putumayo. Até agora, eles foram capazes de declarar 900 terrenos livres de minas. Eles também ensinam crianças e suas comunidades sobre os riscos das minas, como identificá-las e o que fazer caso as encontrem.

“Os mais jovens não sabem como identificar corretamente artefatos explosivos. Isso sempre foi e continua sendo uma preocupação”, afirmou a líder da comunidade Juliana Arango.

Segundo a Fundação HALO Trust, desde 1990, cerca de 12.000 pessoas foram feridas ou morreram na Colômbia por causa de explosivos não detonados.

“Tentamos… criar um ambiente seguro às comunidades, para reduzir o problema das minas antipessoais e também reduzir os acidentes que elas causam”, afirmou Juan José Granada, que trabalha para a HALO Trust.

(Reportagem de Reuters TV)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6K1AI-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.