Internacionais

Cobra de 2,5 metros sai de vaso sanitário e ataca homem que estava sentado

O réptil rastejou pelo encanamento até chegar no banheiro da residência; a vítima foi surpreendida em um momento íntimo

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Cobra de 2,5 metros sai de vaso sanitário e ataca homem que estava sentado
Foto: Reprodução/@ firestationofiskandarputeri

1 de abril de 2021 - 19:10 - Atualizado em 1 de abril de 2021 - 19:12

Um cobra de 2,5 metros de comprimento saiu de dentro de um vaso sanitário e atacou um homem que estava sentado no local na província de Samut Prakan, no centro da Tailândia. Somchai, de 45 anos, declarou que sentiu algo nas nádegas e logo avistou a cabeça do réptil. 

“Sentei-me e senti algo empurrar contra o meu traseiro. Foi quando eu olhei para baixo e vi a cobra”, contou Somchai. No entanto, graças ao reflexo rápido, ele conseguiu pular da privada antes que o pior acontecesse e pediu socorro.

Segundo Kaitisak Meesaeng, que ajudou na captura da cobra no dia 22 de março, a situação poderia ter acabado de uma maneira muito pior, já que as pítons são agressivas e embora não possuam veneno tem uma mordida muito forte e dolorida. “Isso poderia ter sido muito pior, já que as pítons são agressivas e mordem as pessoas. Já aconteceu antes”, lembrou. 

A cobra chegou no vaso sanitário pelo encanamento. (Foto: Reprodução/@firestationofiskandarputeri)

A cobra foi retirada do vaso sanitário, mas o cano por onde ela subiu precisou ser quebrado para que os bombeiros conseguissem puxar com segurança todo o seu corpo.“Tivemos que ter cuidado para não perder a cobra, pois o residente não a queria morando em sua tubulação”, completou Meesaeng. 

Foi o segundo ataque preocupante semelhante relatado no sudeste da Ásia em poucos dias. Uma píton de 3 metros de comprimento em um vaso sanitário em Iskandar Puteri, no estado malaio de Johor. Neste caso, foram necessários sete bombeiros para capturar o réptil. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.