Internacionais

China não deve tentar tomada militar de Taiwan no futuro próximo, diz general dos EUA

Reuters
Reuters
China não deve tentar tomada militar de Taiwan no futuro próximo, diz general dos EUA
Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas dos EUA, Mark Milley, durante audiência na Câmara dos Deputados dos Estados Unidos

3 de novembro de 2021 - 12:13 - Atualizado em 3 de novembro de 2021 - 12:15

WASHINGTON (Reuters) – É improvável que a China tente tomar Taiwan militarmente nos próximos dois anos, apesar de seus militares desenvolverem recursos que lhes permitiriam reocupar à força a ilha, disse o general mais graduado dos Estados Unidos nesta quarta-feira.

“Com base em minhas análises da China, não acho que isto seja provável no futuro próximo, sendo definido como, sabe, seis, 12 meses, talvez 24 meses, este tipo de janela”, disse o general Mark Milley, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas dos EUA, no Fórum de Segurança de Aspen quando indagado se a China está se preparando para agir em Taiwan no futuro próximo.

“Tendo dito isso, porém, os chineses estão clara e inequivocamente aumentando a capacidade de fornecer estas opções à liderança nacional se assim escolherem em algum momento do futuro. Mas futuro próximo? Provavelmente não. Mas tudo pode acontecer”, disse.

(Por Phil Stewart)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHA20UC-BASEIMAGE