Internacionais

Candidata apoiada por Trump deve perder eleição no Texas para Câmara dos EUA, mostra projeção

Reuters
Reuters
Candidata apoiada por Trump deve perder eleição no Texas para Câmara dos EUA, mostra projeção
Capitólio dos EUA em Washington

28 de julho de 2021 - 17:14 - Atualizado em 28 de julho de 2021 - 17:16

Por Susan Cornwell

WASHINGTON (Reuters) – A candidata preferida do ex-presidente Donald Trump a uma vaga na Câmara dos EUA pelo Texas deve perder o segundo turno de uma eleição especial realizada na terça-feira, derrotada por outro republicano que arrecadou mais dinheiro para a campanha, segundo o jornal Texas Tribune.

Susan Wright, ativista republicana de 58 anos endossada por Trump em abril, tentou terminar o mandato do seu marido Ron Wright, que morreu de Covid-19 em 7 de fevereiro.

Mas o jornal projeta que Wright perderá para o deputado estadual Jake Ellzey no 6º distrito do Texas, um bastião republicano de longa data nos arredores de Dallas. Ellzey estava com 52,9% dos votos contra 47,1% de Wright, com 90% dos distritos computados, segundo dados estaduais.

Esperava-se que Wright tivesse um bom resultado porque Trump a apoiou na eleição especial, geralmente um pleito com pouco comparecimento dos eleitores.

“A vitória de Ellzey sugere que o apoio de Trump pode não ser tudo isso que parece ser, e também sublinha a fraqueza de Wright como candidata e uma campanha ineficaz que ela e seus assessores tocaram, na esperança de chegar à vitória às custas do apoio de Trump”, disse Mark Jones, professor de ciência política na Universidade Rice.

O resultado reduzirá a vantagem de 220 a 211 dos democratas na Câmara em um assento, no momento em que o Congresso se prepara para tentar passar a lei de infraestrutura de 1,2 trilhão de dólares do presidente Joe Biden.

Trump venceu no distrito por três pontos percentuais na eleição presidencial de 2020, uma queda de nove pontos em relação a quatro anos antes.

(Reportagem de Susan Cornwell)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6R1K2-BASEIMAGE