Internacionais

Brinquedo de banheira quase deixa criança cega: “Não dá para ver as bactérias”

Mãe publicou relato para alertar outras famílias “deixem os brinquedos para fora da banheira”

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Brinquedo de banheira quase deixa criança cega: “Não dá para ver as bactérias”
(FOTO: REPRODUÇÃO/ FACEBOOK Eden Strong - No Sham)

30 de setembro de 2020 - 10:15 - Atualizado em 30 de setembro de 2020 - 10:38

Uma mãe publicou um relato emocionante e de alerta no Facebook após o filho quase perder a visão por conta de uma infecção após usar um brinquedo na banheira. De acordo com a norte-americana Eden Strong, o menino espirrou no olho a água de um brinquedo de borracha que estava mofado. A bactéria causou grande inflamação e quase deixou o pequeno sem visão.

No relato, a mulher conta que um dia, após um banho, percebeu que o olho do filho estava com uma vermelhidão, porém, logo pensou que tivesse sido algo relacionado a água espirrada no olho. Entretanto, o marido também achou estranha a reação nos olhos do filho e resolveram procurar um médico.

No hospital a criança foi diagnosticada com conjuntivite e medicada. Já em casa, a mãe continuou aplicando colírio, mas, para sua surpresa, no dia seguinte a situação dos olhinhos do menino piorou.

“Eu não esperava encontrá-lo no seu berço com um olho o dobro do tamanho que era quando ele foi para a cama, com a vermelhidão espalhando pelo rosto”, escreveu a mãe.

crianca brinquedo de banheira mofado
(FOTO: REPRODUÇÃO/ FACEBOOK Eden Strong – No Shame)

Logo a criança foi hospitalizada e diagnosticada com celulite ocular. Este tipo de infecção causa grande inflamação e pode levar a cegueira. “Ele tinha celulite grave que logo se espalhou pelo rosto e pelos dois olhos. Me avisaram que ele poderia perder a visão no pior olho, mas no final graças ao senhor seus olhos foram curados”, informou.

De acordo com a mulher, o relato e a divulgação das imagens é como um alerta para outras famílias. Brinquedos, principalmente de borracha, usados em banheira podem acumular água no interior e criar bactérias. Eden informou que tinha o costume de limpar todos os brinquedos do filho e secar, entretanto, o usado naquele dia estava mofado por dentro.

Para ela, brinquedos na banheira nunca mais.