Internacionais

Biden vai à Flórida visitar famílias de vítimas de colapso de edifício

Reuters
Reuters
Biden vai à Flórida visitar famílias de vítimas de colapso de edifício
Presidente dos EUA, Joe Biden, embarca no avião presidencial rumo a Surfside, na Flórida

1 de julho de 2021 - 09:10 - Atualizado em 1 de julho de 2021 - 09:11

Por Jarrett Renshaw

(Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e sua esposa, Jill Biden, planejavam viajar nesta quinta-feira a Surfside, no Estado da Flórida, local do desmoronamento fatal de um condomínio, para oferecer condolências às famílias dos mortos e desaparecidos enquanto o número de fatalidades aumenta.

Biden, cuja experiência pessoal com a tragédia é uma marca de sua carreira política, reprisará o papel de “confortador-chefe” enquanto equipes de resgate procuram vítimas nos escombros do arranha-céus, que desabou uma semana atrás enquanto os moradores dormiam.

O número de mortes confirmadas subiu para 18 na quarta-feira devido à descoberta de mais seis corpos nas ruínas do edifício Champlain Towers South, incluindo os restos mortais de duas crianças de 4 e 10 anos, disse a prefeita do condado de Miami-Dade, Daniella Levine Cava. Outras 145 estão desaparecidas ou se teme estarem presas nos destroços.

Ninguém foi retirado com vida das pilhas de concreto pulverizado, madeira partida e metal retorcido desde as primeiras horas do desastre em Surfside, cidade à beira-mar adjacente a Miami Beach.

Autoridades mantêm a esperança de que mais sobreviventes possam ser encontrados, mas as perspectivas pioram a cada hora.

A viagem desta quinta-feira marca a segunda ocasião desde que Biden se tornou presidente em que ele visita o cenário de um desastre.

Em fevereiro, ele foi ao Texas depois que uma tempestade de inverno intensa deixou milhões de pessoas sem energia ou água limpa durante dias e matou várias.

Biden adiou a visita à Flórida para não interromper os esforços de resgate. Ele emitiu uma declaração de emergência e ofereceu assistência federal a autoridades estaduais e municipais para ajudar a reação ao desmoronamento.

A Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (Fema) e o Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA mobilizam equipes para auxiliar com buscas e resgates, gerenciamento de incidentes e remoção de destroços. A Fema também coordena com autoridades estaduais e municipais a abertura de um centro de assistência familiar e o fornecimento de apoio de comunicações.

(Reportagem adicional de Gabriella Borter, Steve Gorman, Dan Whitcomb, Rich McKay, Brendan O’Brien, Peter Szekely, Brad Heath, Alexandra Ulmer, Jonathan Allen e Kanishka Singh)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH602AS-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.