Internacionais

Avó compartilha luto após neto de 12 anos tirar a própria vida

Aparentemente feliz, a família de Ethan Bourne ficou despedaçada depois da tragédia, a avó disse “nunca viu nenhum sinal” da turbulência em que ele pode ter passado

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Avó compartilha luto após neto de 12 anos tirar a própria vida
Foto: Reprodução/The Mirror

16 de janeiro de 2021 - 11:08 - Atualizado em 16 de janeiro de 2021 - 11:08

O caso de um menino que tirou a própria vida poucos dias depois de completar 12 anos de idade, no dia 7 de janeiro, deixou uma família inteira devastada e cheia de dúvidas sobre o que poderiam ter feito para evitar a tragédia. 

De acordo com o The Mirror, Ethan Bourne preparou um cheesecake, disse à mãe o quanto a amava e jogou um pouco de videogame antes de ir para cama, por volta das 21h30. Tudo estava aparentemente normal até a manhã seguinte quando a mulher entrou no cômodo e encontrou o filho morto. 

Samantha Legonidet, de 47 anos, avó de Ethan, contou que ninguém da família nunca percebeu que ele estava enfrentando problemas psicológicos.

“Ele adorava o Arsenal, adorava carros, Ferraris. Ele amava pescar e animais, era muito bom com seus irmãos mais novos. Ele amava o PlayStation como todos os meninos dessa idade. Eu acho que ele realmente era um garoto típico de 12 anos. Um garoto típico, não falava realmente sobre seus sentimentos, o que é o que estamos achando difícil agora. Nós temos muitas perguntas sobre por que isso aconteceu”, desabafou Samantha. 

Ethan estava vivendo uma vida ao que tudo indica feliz com a mãe e os irmãos em Waltham Forest, no leste de Londres.

A família tinha se mudado recentemente de Redbridge para Waltham Forest e Ethan ficava com sua avó todos os fins de semana.

Seu início na escola secundária em setembro foi fortemente afetado pela pandemia covid-19. E, conforme a avó, recentemente ele havia passado por uma fase de mau humor em que ficava em seu quarto, mas parecia ter “se recuperado” nas últimas semanas.

Os amigos de Ethan em sua escola foram informados da trágica morte do menino, embora a escola não tenha contado a eles como ele realmente morreu.

Já a família resolveu enfrentar a tragédia divulgando a história de Ethan para que o suicídio infantil seja mais debatido e novas tristezas possam ser evitadas. 

“Nós queremos deixar claro que essa criança de apenas 12 anos de idade tirou a própria vida. Ninguém fala sobre isso e se houver mais um jovem por aí que pode talvez ver isso. Porque Ethan tinha enviado uma pequena mensagem para alguém que era bastante deprimente, uma semana antes de ele falecer, e ninguém tinha pensado em nada”, contou a avó.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.