Internacionais

Criança de seis anos morre após ataque de ameba comedora de cérebro

Os testes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças indicaram que o tanque de armazenamento de água testou positivo para a ameba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Criança de seis anos morre após ataque de ameba comedora de cérebro
Foto: reprodução NBC News

30 de setembro de 2020 - 12:45 - Atualizado em 30 de setembro de 2020 - 12:46

Uma criança de seis anos morreu após sofrer um ataque de uma ameba comedora de cérebro no Texas, nos Estados Unidos (EUA).

A princípio, de acordo com as autoridades, a suspeita é de que o menino tenha tido contato com a água contaminada de uma fonte.

Ameba comedora de cérebro: rara e fatal

De acordo com Maria Castilho, mãe de Josiah McIntyre, o filho morreu no dia 8 de setembro. No hospital, médicos confirmaram que a causa da morte foi a ameba comedora de cérebro.

Conforme especialistas, a espécie é chamada de naegleria fowleri, e é considerada rara e frequentemente fatal.

Nos Estados Unidos, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças afirmou que pessoas que nadam em água doce quente são as vítimas mais frequentes e comuns da ameba comedora de cérebro, que costuma entrar no organismo pelo nariz.

“Você não pode se infectar engolindo água contaminada com Naegleria”.

Segundo familiares da criança, o menino teve um contato recente com uma área de recreação aquática e uma mangueira no gramado de casa.

Ameba na água foi confirmada

Os testes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças indicaram que o tanque de armazenamento de água testou positivo para a ameba.

Na sexta-feira (25), a Comissão de Qualidade Ambiental do Texas emitiu um comunicado para que a cidade de Lake Jackson e outras sete comunidades não usassem a água. Para isso, oficiais ofereceram aos residentes uma caixa gratuita de água para cada dia de uso do armazenamento interrompido.

Por fim, o Centro de Controle afirmou que a contaminação dos sistemas públicos de água nos EUA pelo micróbio é rara, mas não inédita: as primeiras mortes por naegleria fowleri encontradas na água da torneira de sistemas públicos ocorreram no sul da Louisiana em 2011 e 2013.