Internacionais

Alemanha se prepara para extensão de lockdown até dezembro

Reuters
Reuters

22 de novembro de 2020 - 14:40 - Atualizado em 22 de novembro de 2020 - 14:40

FRANKFURT (Reuters) – A Alemanha terá que estender suas medidas atuais para conter a pandemia do coronavírus até dezembro, disseram políticos importantes do país neste domingo.

A Alemanha impôs um lockdown de um mês a partir de 2 de novembro para controlar uma segunda onda do vírus que está varrendo grande parte da Europa, mas os números de infecção não diminuíram.

“Tudo aponta para o fato de que as restrições atuais devem ser estendidas por algum tempo além de 30 de novembro”, disse o ministro das Finanças, Olaf Scholz, ao semanário Bild am Sonntag (BamS).

Bares e restaurantes estão fechados, mas escolas e lojas permanecem abertas. As reuniões privadas são limitadas a um máximo de 10 pessoas de duas famílias.

O líder da União Social Cristã da Baviera (CSU), Markus Soeder, disse ao BamS que o ideal seria que as medidas fossem estendidas por três semanas, o que colocaria 20 de dezembro como data final para as restrições.

“A onda foi quebrada, mas infelizmente o número de novas infecções não está diminuindo. Em vez disso, as unidades de terapia intensiva continuam a ser inundadas e o número de mortes aumenta”, afirmou Soeder. “Portanto, não podemos dar tudo como certo.”

Ele disse que cinemas, bares e hotéis precisam permanecer fechados, acrescentando que deve haver uma proibição de fogos de artifício e álcool na noite de Ano Novo em grandes praças públicas.

(Por Christoph Steitz)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.