Inova Mais

Verizon apresenta robôs conectados em evento de 5G em Barcelona

Reuters
Reuters
Verizon apresenta robôs conectados em evento de 5G em Barcelona
Robô apresentado pela Verizon na Mobile World, em Barcelona

28 de junho de 2021 - 13:51 - Atualizado em 28 de junho de 2021 - 13:55

Por Supantha Mukherjee e Clara-Laeila Laudette

BARCELONA (Reuters) – A operadora norte-americana de telecomunicações Verizon exibiu nesta segunda-feira dois robôs no palco da conferência Mobile World e afirmou que as máquinas usam conectividade 5G e podem se comunicar entre si por meio de “edge computing”.

A tecnologia “edge computing” usa realidade aumentada e o aprendizado das máquinas para analisar dados onde eles foram recolhidos, seja no chão de fábrica, plataforma de petróleo ou escritório. Ela precisa de velocidades elevadas de transferência de dados, do tipo que apenas redes 5G consequem fornecer.

“Quando você tem mais de um robô, você tem um problema, uma vez que são apenas máquinas, que não podem naturalmente se comunicar entre si”, disse a vice-presidente de estratégia da Verizon, Rima Qureshi, na feira de telecomunicações que acontece em Barcelona. “O 5G permite que os robôs se conectem com outros robôs e dispositivos de todos os tipos de uma maneira que não era possível antes”, acrescentou.

Como parte da demonstração, Qureshi acenou para os cantos do palco e dois robôs surgiram: um parecido com um cachorro, chamado Gigi, e um segundo, quadrado, chamado Mekeal.

Para treinar os robôs para que eles conheçam o ambiente ao seu redor além de uma rota de duas dimensões que não pode contar com elementos além da origem e do ponto de destino, Qureshi disse que os engenheiros pularam na frente deles, enviaram outros robôs no caminho e jogaram caixas.

O mercado global para computação em nuvem 5G deve alcançar 10,6 bilhões de dólares em 2028 e crescer a uma taxa de cerca de 79% ao ano, segundo dados da Research and Markets.

A Verizon também está trabalhando com drones conectados que podem ser lançados para trabalhos em locais atingidos por desastres naturais e controlados remotamente com ajuda de vídeo e imagens térmicas.

Com redes 4G, os drones podem voar para áreas dos Estados Unidos atingidas por incêndios e enviar dados, quase que em tempo real, mas com 5G, disse Qureshi, os drones podem transmitir por streaming vídeo panorâmico para múltiplos destinatários, que podem se concentrar em diferentes aspectos da imagem, simultaneamente.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5R12D-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.