Inova Mais

Twitter mostra preocupação com segurança de funcionários na Índia

Reuters
Reuters
Twitter mostra preocupação com segurança de funcionários na Índia
Twitter mostra preocupação com segurança de funcionários na Índia

27 de maio de 2021 - 15:56 - Atualizado em 27 de maio de 2021 - 16:02

Por Sankalp Phartiyal

NOVA DELHI (Reuters) – O Twitter disse nesta quinta-feira que está preocupado com a segurança de sua equipe na Índia, dias depois que a polícia do país entrou em um de seus escritórios como parte de uma investigação relacionada à classificação de manipulação dada a algumas publicações do partido que está no comando do governo.

Líderes do Partido Bharatiya Janata, do primeiro-ministro, Narendra Modi, recentemente compartilharam no Twitter partes de um documento que disseram ter sido criado pelo principal partido de oposição no Congresso, destacando as falhas do governo durante a pandemia de Covid-19.

O Congresso reclamou ao Twitter dizendo que o documento é falso, o que fez com que o Twitter marcasse algumas das publicações como “mídia manipulada”.

A polícia de Nova Delhi, que é controlada diretamente pelo governo de Modi, visitou na segunda-feira um escritório do Twitter para notificar o chefe da empresa no país sobre uma investigação envolvendo a marcação dos tuítes do governo.

“No momento, estamos preocupados com os eventos recentes relacionados aos nossos funcionários na Índia e à ameaça potencial à liberdade de expressão das pessoas que servimos”, disse uma porta-voz do Twitter em comunicado.

“Nós, junto com muitos da sociedade civil na Índia e em todo o mundo, temos preocupações com relação ao uso de táticas de intimidação pela polícia em resposta à aplicação de nossos Termos de Serviço globais”, acrescentou a porta-voz.

As declarações do gigante da mídia social geraram fortes críticas da polícia de Delhi, que disse que a empresa se recusava a cooperar com a aplicação da lei.

“As últimas declarações do Twitter são elaboradas para buscar simpatia duvidosa quando eles próprios não apenas se recusam a cumprir a lei local, mas também afirmam estar na posse de provas materiais, mas se recusam a compartilhá-las com autoridade legal devidamente reconhecida”, disse a polícia.

“A postura complicada do Twitter Índia é semelhante à de um cervo pego pelos faróis”, afirmou a polícia em comunicado.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH4Q1AB-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.