9 de outubro de 2020 - 08:00

Fama e folclore da meta na empresa que fatura R$ 5 bilhões

Por José Nascimento

Fama e folclore da meta na empresa que fatura R$ 5 bilhões

Seu Mário lembra que na época em que instituiu o formato de metas, a empresa não furava a barreira dos 9 milhões de faturamento. Hoje, com um bolo de 5 bilhões, ele se diverte e revela o segredo. Seria mesmo o número na roupa íntima?

Por muito anos viu sua empresa estar variando lucros entre os meses e não conseguindo fazê-la evoluir mesmo com tanta dedicação e trabalho. Até que teve a ideia de estabelecer uma meta, em si mesmo colocou um cartão estampado na roupa com a seguinte frase: “ Me ajude a vender 10 milhões“, e para enfatizar mais ainda também escreveu em seu espelho do banheiro, na fronha de travesseiro e até mesmo em sua cueca, mostrando que a meta está dentro de cada um e temos que arrancar de nós.


Hoje aos 70 anos nos conta que é preciso sempre estar na firmeza de sua meta, semeando os frutos de sua empresa, cultivando seus funcionários e trazendo o que a empresa tem que vender, o que vai gastar naquele ano, pagar  impostos, salários e até participações nos resultados.

Confira as demais conversas aqui do TOP DE GESTÃO com o empresário Mário Gazin.

Episódio 1 – Segredos e histórias do ex-sapateiro que virou empresário e hoje fatura R$ 5 bi bilhões.

Episódio 2 – Como transformar um momento de crise em oportunidade.

Episódio 3 – Que tal você trabalhar num lugar onde você “vira” árvore?