Inova Mais

Tesla vai ingressar em índice S&P 500 e dispara bilhões em negócios

Reuters
Reuters

16 de novembro de 2020 - 20:23 - Atualizado em 16 de novembro de 2020 - 20:23

Por Noel Randewich

(Reuters) – A Tesla vai ingressar no índice acionário S&P 500 em dezembro, o que marcará uma grande vitória para o presidente-executivo, Elon Musk, e os acionistas da montadora de carros elétricos, uma vez que 51 bilhões de dólares em negócios serão disparados por fundos de índice que serão forçados a comprar os papéis da companhia.

As ações da Tesla dispararam 12% nesta segunda-feira após o fechamento depois que a S&P Dow Jones Indices anunciou que a empresa vai ingressar no S&P 500.

“A Tesla será uma das adições de maior peso no S&P 500 na última década e consequentemente vai gerar um dos maiores fluxos de negócios na história do S&P 500 history”, afirmou a S&P Dow Jones Indices.

Com valor de mercado de mais de 380 bilhões de dólares, a Tesla é uma das companhias mais valiosas de Wall Street.

A inclusão da Tesla no índice significa que fundos de investimentos indexados ao S&P 500 terão que vender cerca de 51 bilhões de dólares em ações de companhias que já estão no índice para usarem o dinheiro para comprarem ações da Tesla, de modo que seus portfólios reflitam corretamente o índice, afirmou a S&P Dow Jones Indices. A Tesla vai corresponder a cerca de 1% do indicador.

Em comunicado separado, a S&P Dow Jones Indices perguntou a preferência dos investidores sobre a inclusão integral da Tesla no índice em 21 de dezembro, ou em duas etapas; com a primeira ocorrendo uma semana antes, diante do grande valor de mercado da companhia.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.