Inova Mais

Startup de gestão de planos de saúde Pipo recebe aporte de R$100 milhões

Reuters
Reuters

28 de julho de 2021 - 09:55 - Atualizado em 28 de julho de 2021 - 09:55

SÃO PAULO (Reuters) – A startup de gestão de planos de saúde Pipo anunciou nesta quarta-feira aporte de 100 milhões de reais liderado pela Thrive Capital, com a participação dos fundos Atlântico, monashees, Kaszek, OneVC e executivos da indústria de venture capital. 

Segundo a presidente e cofundadora da Pipo, Manoela Mitchell, os recursos da rodada serão usados para dobrar a equipe da startup para até 200 funcionários até o fim do ano, além de investir em tecnologias e dados.

Criada há dois anos, a Pipo presta serviços de corretora de seguros para empresas com 100 a 1.000 empregados e usa ciência de dados para ajudar clientes a minimizarem as despesas com planos de saúde, que costumam subir sempre acima da inflação.

Além da corretagem, a startup automatiza burocracias na contratação e operação de processos pelos departamentos de recursos humanos das empresas.

“Conseguimos poupar cerca de 20% ao ano para os nossos clientes”, disse Mitchell à Reuters.

A Pipo tem entre uma centena de clientes empresas também baseadas em tecnologia, como o portal de artigos para o lar MadeiraMadeira e o aplicativo de transporte rodoviário Buser.

Mais recentemente, a startup passou a prestar também serviços de apoio direto aos funcionários das empresas clientes, incluindo orientações em saúde preventiva e recomendações para melhor uso de rede credenciada.

(Por Aluisio Alves)