Inova Mais

Nokia vê crescimento com 5G conforme nova estratégia deslancha

Reuters
Reuters
Nokia vê crescimento com 5G conforme nova estratégia deslancha
Logo da Nokia em tela na bolsa de valores de Nova York, EUA

29 de abril de 2021 - 18:35 - Atualizado em 29 de abril de 2021 - 18:35

Por Supantha Mukherjee e Essi Lehto

ESTOCOLMO (Reuters) – A nova estratégia da Nokia deu os primeiros sinais de sucesso nesta quinta-feira, com vendas mais altas de equipamentos 5G no primeiro trimestre, levando suas ações a dispararem até 16%.

A Nokia e a rival sueca Ericsson têm conquistado clientes à medida que as operadoras de telecomunicações começam a implantar redes 5G e a Huawei enfrenta restrições de um número crescente de governos que citam preocupações de segurança.

“Este ano, estamos vendo uma grande demanda pelo 5G e também pelo que chamamos de infraestrutura de rede, que é basicamente conexões de fibra para residências e escritórios”, disse o presidente-executivo da Nokia, Pekka Lundmark.

Após assumir o cargo ano passado, Lundmark otimizou as operações da Nokia, cortou empregos e fez alterações para recuperar a empresa de erros em produtos sob a gestão anterior, que atingiram as ambições 5G da Nokia e o preço das ações.

A receita trimestral aumentou 3%, para 5,08 bilhões de euros, superando a previsão consensual dos analistas de 4,72 bilhões, de acordo com dados da Refinitiv.

As vendas de infraestrutura de rede saltaram 28%, para 1,73 bilhão de euros.

“Este é um conjunto sólido de resultados e um bom começo de ano para a Nokia”, disse Richard Webb, analista da CCS Insight. “Em particular, a margem operacional de 11% parece saudável e mostra que a reestruturação está tendo algum impacto positivo.”

Mas o crescimento no segundo semestre do ano será prejudicado por um cliente norte-americano, disse a empresa. No ano passado, a Nokia perdeu parte de um contrato com a Verizon, depois que a Samsung inesperadamente fechou um acordo de 6 bilhões de dólares com a operadora.

O lucro trimestral subiu para 5 centavos de euro por ação, enquanto o lucro ajustado foi de 7 centavos de euro por ação. Os analistas esperavam um lucro ajustado de 1 centavo de euro.

“Este deveria ser um ano ruim, mas agora começou bem… o mercado claramente acredita nos objetivos da Nokia mais do que antes e talvez até os veja como um tanto conservadores porque o primeiro trimestre foi muito forte”, disse Kimmo Stenvall, analista da OP Markets.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3S1EH-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.