Inova Mais

Google vai usar chips da AMD em serviços de computação em nuvem

Reuters
Reuters
Google vai usar chips da AMD em serviços de computação em nuvem
Google em Nova York

17 de junho de 2021 - 16:16 - Atualizado em 17 de junho de 2021 - 16:16

Por Stephen Nellis

SÃO FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) – AMD e Google Cloud anunciaram nesta quinta-feira que o Google vai oferecer serviços de computação em nuvem baseados no mais recente chip dedicado para data centers da AMD, o que deve ampliar a captura de mercado da rival Intel.

Provedores de computação em nuvem como Google, Amazon.com e Microsoft estão entre os maiores compradores de chips especializados para centrais de dados e fornecem serviços mediante aluguel de poder de processamento derivada dos chips que utilizam em suas infraestruturas.

O Google anunciou nesta quinta-feira que vai começar a oferecer serviços baseados no chip “Milan” da AMD, lançado em março. A empresa afirmou que clientes como Snap e Twitter estão testando os novos serviços baseados nos chips da AMD.

A Intel anunciou em abril o chip “Ice Lake”, rival do Milan, e afirmou que grandes provedores de serviços de computação em nuvem iriam utilizá-lo. A Intel, porém, não informou quando o Google vai começar a oferecer serviços baseados no Ice Lake.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5G1BK-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.