Inova Mais

Filme de opositor sobre “palácio de Putin” passa de 100 milhões de visualizações no YouTube

Reuters
Reuters
Filme de opositor sobre “palácio de Putin” passa de 100 milhões de visualizações no YouTube
Líder opositor russo Alexei Navalny fala em vídeo publicado em rede social em delegacia nos arredores de Moscou

29 de janeiro de 2021 - 11:19 - Atualizado em 29 de janeiro de 2021 - 16:23

MOSCOU (Reuters) – Um vídeo de internet feito por Alexei Navalny, crítico do Kremlin atualmente preso, que alega que o presidente russo, Vladimir Putin, é o proprietário de um palácio opulento, algo que Putin negou, teve mais de 100 milhões de visualizações, mostraram dados do YouTube nesta sexta-feira.

Navalny, que cumpre uma pena de 30 dias por violações de condicional que ele disse serem fabricadas, lançou o vídeo na semana passada na tentativa de incentivar as pessoas a irem às ruas exigir sua libertação, algo que dezenas de milhares de pessoas fizeram no último final de semana.

Os aliados de Navalny ainda estão divulgando o vídeo para tentar estimular as pessoas a protestarem, desta vez no domingo, algo que as autoridades alertaram que será ilegal pela lei russa, que exige que tais eventos recebam aprovação prévia. Segundo estas, tais eventos de massa são arriscados em meio a uma pandemia.

Putin, que domina a política da Rússia há mais de duas décadas e normalmente evita até mencionar o nome de Navalny em público, disse que o palácio localizado no sul do país não pertence nem a ele, nem à sua família.

Sua refutação pública na televisão estatal foi incomum – alguns críticos a viram como um sinal de que ele ficou abalado, uma ideia que o Kremlin desdenhou.

O vídeo do opositor diz que a propriedade, construída no estilo de um palácio italiano, tem sua própria pista de patinação no gelo, cassino, piscina, teatro e algo chamado aqua-disco.

(Por Tom Balmforth e Vladimir Soldatkin)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0S13V-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.