Inova Mais

Expectativa da retomada do marketing e vendas é otimista

De acordo com pesquisa, a confiança no futuro dos setores aponta sinais robustos de melhora

Leonardo
Leonardo Pedrollo Com supervisão de Larissa Ilaídes
Expectativa da retomada do marketing e vendas é otimista
Foto: Pixabay

26 de novembro de 2020 - 16:36 - Atualizado em 26 de novembro de 2020 - 18:43

A ADVB/PR divulga, em primeira mão, os resultados da Sondagem de Confiança e Expectativa dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil – Sondagem ADVB / FIPE, sobre a expectativa em relação ao futuro do setor de marketing e vendas no país. A pesquisa foi realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas (FIPE) e faz parte de uma parceria inédita da associação do Paraná e de São Paulo. Os dados revelam uma ligeira melhora nos indicadores estudados, quando comparados aos dois trimestres anteriores. A entrevista foi feita com aproximadamente 140 participantes de todo país, entre 24 de setembro a 3 de novembro de 2020.

Em relação às expectativas para o futuro próximo, 44% dos participantes estavam otimistas ou muito otimistas. No que diz respeito ao setor de atuação, 56% estavam otimistas ou muito otimistas, e quanto a empresa em que atuam, 63,7% se mostrou otimista ou muito otimista. A expectativa média com relação a evolução da verba de marketing disponível para ações e investimentos nos próximos 12 meses é de elevação para 43,3% dos respondentes. Por fim, em relação ao valor das vendas, 60% dos entrevistados se declararam otimistas.

Comparados os dados do terceiro trimestre de 2020 com o mesmo período nos dois anos anteriores, a confiança dos respondentes sobre a própria empresa e os negócios permanece a menos afetada, entre as dimensões avaliadas – levando em consideração que 2020 é um ano que sofre as consequências da pandemia da COVID-19.

No campo das expectativas, os entrevistados também se mostraram mais otimistas em relação aos dois trimestres anteriores.

“Foi um ano atípico e trabalhamos como nunca, reforçando nossa missão, ainda mais neste momento difícil que passamos, de capacitar, levar conhecimento, gerar network e elevar ainda mais nossa atuação no Paraná, para que o setor, ainda que abalado, se mantenha aquecido e possa ter um futuro ainda mais pujante”, afirma o presidente da ADVB/PR, Ney Braga Alves.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.