Inova Mais

Empresa responsável por apagão na internet explica falhas

Reuters
Reuters
Empresa responsável por apagão na internet explica falhas
Sede do jornal New York Times, cujo site foi um dos afetados por apagão na internet

9 de junho de 2021 - 16:17 - Atualizado em 9 de junho de 2021 - 16:21

AMSTERDÃ (Reuters) – A Fastly, a empresa por trás de uma grande interrupção global da internet nessa semana, disse nesta quarta-feira que o incidente foi causado por uma falha em seu software, que foi acionado quando um de seus clientes alterou suas configurações.

O apagão levantou questões sobre quanto a Internet depende de algumas empresas de infraestrutura. O problema de Fastly derrubou sites de alto tráfego, incluindo provedores de notícias como The Guardian e New York Times, bem como sites do governo britânico, Reddit e Amazon.com.

“Esta interrupção foi ampla e severa, e realmente lamentamos o impacto para nossos clientes e todos que dependem deles”, disse a empresa em um blog de Nick Rockwell, seu executivo sênior de engenharia e infraestrutura.

Ele disse que o problema deveria ter sido previsto.

A Fastly opera um grupo de servidores estrategicamente localizados em todo o mundo para ajudar clientes a armazenar conteúdo perto de seus usuários finais com rapidez e segurança.

A postagem incluiu um cronograma de eventos e prometeu explicar por que a Fastly não conseguiu detectar o bug de software durante seu próprio processo de teste.

A Fastly disse que o bug estava em uma atualização de software enviada aos clientes em 12 de maio, mas não foi acionado até que um cliente não identificado realizou as alterações nas configurações que desencadearam o problema “que fez com que 85% de nossa rede apresentasse erros”.

(Reportagem de Toby Sterling)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH58179-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.