Inova Mais

Comércio eletrônico vende 15,5% mais no Natal, mas não impede queda do varejo

Reuters
Reuters
Comércio eletrônico vende 15,5% mais no Natal, mas não impede queda do varejo
Consumidor checa produtos em loja virtual

28 de dezembro de 2020 - 18:56 - Atualizado em 28 de dezembro de 2020 - 19:00

SÃO PAULO (Reuters) – As vendas no comércio eletrônico no Brasil cresceram 15,5% no Natal ante mesmo período de 2019, segundo índice do setor medido pela Cielo.

Porém, considerados os resultados conjuntos das vendas digitais e das lojas físicas, o varejo teve queda de 1,8% ano a ano, considerando o período de 19 a 25 de dezembro.

Os setores com maior expansão das vendas foram os de supermercados (+18,8%); móveis, eletrodomésticos e lojas de departamento (+18,5%); materiais para construção (+18,4%).

Na outra ponta, as maiores quedas ocorreram nos segmentos de turismo e transporte (-43,7%); bares e restaurantes (-30,5%) e Vestuário (-14,6%).

(Por Aluísio Alves)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGBR0YZ-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.