Inova Mais

Ativistas franceses protestam contra expansão da Amazon no país

Reuters
Reuters
Ativistas franceses protestam contra expansão da Amazon no país
Protesto de ativistas em Paris, França.

4 de dezembro de 2020 - 10:51 - Atualizado em 4 de dezembro de 2020 - 10:55

(Reuters) – Ativistas empilharam caixas de papelão fora do prédio do Ministério das Finanças em Paris nesta sexta-feira, em protesto contra a expansão da Amazon na França, enquanto a varejista online lançava no país uma campanha atrasada de “Black Friday”.

Reunidos no pátio do ministério, manifestantes de três grupos – ANV-COP 21, Attac e Amis de la Terre – colocaram uma faixa na fachada do prédio com o slogan “mudança de proprietário” e com os rostos do chefe da Amazon Jeff Bezos e do presidente francês, Emmanuel Macron.

“A Amazon está destruindo empregos e o meio ambiente na França. Ela planeja uma expansão massiva na França com dezenas de armazéns já construídos e mais por vir. Exigimos um congelamento (na construção de novos armazéns)”, disse Sandy Olivar Calvo, porta-voz do ANV-COP21, à Reuters.

Os ativistas veem a gigante do varejo dos EUA como um fator primordial na urbanização de terras agrícolas, um processo que eles dizem estar contribuindo significativamente para as mudanças climáticas e a perda da biodiversidade ambiental.

Questionado sobre um possível congelamento de novos armazéns, o ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, disse que a construção de novas casas foi o que mais contribuiu para a urbanização de terras agrícolas.

A varejista e empresas semelhantes são responsáveis por “apenas uma pequena porcentagem” do processo de urbanização e estão criando muitos empregos, disse ele à BFM TV.

Em reação ao protesto desta sexta-feira, a Amazon disse que investiu 9,2 bilhões de euros na França e está “na origem” da criação de 130 mil empregos, disse uma porta-voz.

(Por Noemie Olive e Dominique Vidalon)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGB30ZP-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.