Inova Mais

Ant avalia se transformar em holding financeira para acalmar reguladores, dizem fontes

Reuters
Reuters
Ant avalia se transformar em holding financeira para acalmar reguladores, dizem fontes
Ant Group, em Hangzhou

29 de dezembro de 2020 - 09:41 - Atualizado em 29 de dezembro de 2020 - 09:45

Por Julie Zhu e Cheng Leng

(Reuters) – O Ant Group está considerando transformar a maior parte de seus negócios financeiros online em uma holding que seria regulamentada da mesma forma que instituições financeiras tradicionais, disseram duas pessoas com conhecimento direto do assunto.

Reguladores, principalmente o banco central, querem que o Ant transforme seus negócios de gestão de fortunas e seguros, bem como o credor online MYbank, que o Ant possui propriedade minoritária, em uma holding financeira, disse uma das fontes à Reuters.

Não estava claro se a unidade de pagamentos do Ant, o Alipay, que foi lançado em 2004 e é o segundo maior gerador de receita para o grupo depois dos empréstimos ao consumidor, também entraria na estrutura da holding.

O Ant não quis comentar.

O Banco do Povo da China (PBOC), o banco central, disse em comunicado à Reuters que o Ant está elaborando um plano para criar uma holding financeira e que a empresa deve garantir que todas as suas operações financeiras sejam colocadas sob supervisão regulatória.

O Ant controla uma série de instituições financeiras e deve abrir uma holding de acordo com a lei, disse o banco central nesta terça-feira.

As mudanças propostas para os negócios da fintech chinesa ainda não são definitivas e estão sujeitas a revisão, disseram as fontes.

A medida, se finalizada, reduziria a avaliação do grupo, que teria valor de mercado de 315 bilhões de dólares em seu IPO suspenso no mês passado. Isso se deve principalmente devido à sua estrutura como fornecedora de tecnologia, em vez de instituição financeira.

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEGBS0L1-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.