Notícias

Indonésia intensifica esforços de recuperação depois de vulcão matar 34

Reuters
Reuters
Indonésia intensifica esforços de recuperação depois de vulcão matar 34
Pessoa recolhe bens de casa danificada por erupção de vulcão em Lumajang, na Indonésia

7 de dezembro de 2021 - 09:54 - Atualizado em 7 de dezembro de 2021 - 09:55

JACARTA (Reuters) – O presidente da Indonésia, Joko Widodo, prometeu nesta terça-feira intensificar os esforços de retirada e consertar casas danificadas depois de visitar o local de uma erupção vulcânica em Java que matou ao menos 34 pessoas.

O vulcão do Monte Semeru de 3.676 metros de altura entrou em erupção no sábado, lançando uma nuvem de cinzas aos céus e fluxos piroclásticos perigosos nos vilarejos abaixo.

Milhares de pessoas foram deslocadas e 17 continuam desaparecidas, de acordo com a agência de mitigação de desastres.

Depois de visitar centros de acolhimento e averiguar a área de helicóptero, obtendo uma visão aérea de vilarejos soterrados sob cinzas derretidas, o presidente disse que os esforços de recuperação serão intensificados agora e nos próximos meses.

“Vim ao local para garantir que temos as forças para localizar as vítimas”, disse ele em Sumberwuluh, uma das áreas mais duramente atingidas.

“Esperamos que, depois que tudo tenha arrefecido, tudo possa recomeçar, consertando a infraestrutura ou até realocando aqueles dos lugares que prevemos serem perigosos demais para se voltar.”

Ao menos 2 mil casas terão que ser realocadas para áreas mais seguras, disse Widodo.

Esforços de busca e resgate continuavam nesta terça-feira, mas são atrapalhados pelo vento e a chuva e o equipamento limitado em algumas áreas.

Na segunda-feira, o Centro Indonésio de Mitigação de Desastres de Vulcanologia e Geologia disse que existe a possibilidade de novos fluxos da gás quente, cinzas e rochas.

(Por Stanley Widianto e Agustinus Beo Da Costa)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHB60L3-BASEIMAGE