Segurança

Incêndio destrói fábrica de borrachas em Colombo

Fogo teria começado no mato, no terreno baldio ao lado da fábrica; mas vento empurrou as chamas, que pegaram no barracão da empresa

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Incêndio destrói fábrica de borrachas em Colombo
Credito: Colaboração / Eduardo Taborda

12 de setembro de 2021 - 16:20 - Atualizado em 13 de setembro de 2021 - 10:47

Uma fábrica de borrachas ficou parcialmente destruída por um incêndio, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, na tarde deste domingo (12). O fogo iniciou num terreno baldio e se alastrou até o edifício.

O incêndio foi registrado numa marginal da Estrada da Ribeira, no bairro Santa Terezinha, e começou pouco depois das 13 horas. O tempo muito seco e o vento alastraram as chamas em direção ao barracão da fábrica.

Por sorte, nenhum dos 12 trabalhadores se encontrava na fábrica no momento do incêndio. As chamas atingiram também algumas máquinas que ficaram danificadas. O prejuízo estimado é de R$ 200 mil. O dono da empresa afirmou que vai registrar boletim de ocorrência. A produção deve ser retomada nesta terça-feira (14).

A fábrica produz bolinhas de terapia (para massagem), peças de borracha para cadeiras de rodas, entre outras partes para itens médicos. O local é também um depósito de solvente, usado na fabricação ou limpeza de materiais.

Segundo moradores, o terreno baldio onde começou o incêndio se tornou um ponto para descarte do lixo. Usuários de drogas também costumam frequentar o local e acender fogueiras. Uma das hipóteses é que o fogo no mato tenha sido provocado por uma ação humana.

Veja as imagens: