Segurança

Idoso vai parar na delegacia por ter assediado menor de idade em ônibus de Londrina

O idoso nega as acusações, mas testemunhas presenciaram o assédio

Bruna
Bruna Melo / Repórter com informações de Pedro Marconi, da RIC Record TV Londrina
Idoso vai parar na delegacia por ter assediado menor de idade em ônibus de Londrina
O assédio teria acontecido na linha 501. Foto: Lucas de Jesus

21 de setembro de 2021 - 10:52 - Atualizado em 21 de setembro de 2021 - 10:52

Um homem de 75 anos foi preso, na noite desta segunda-feira (20), depois de ser flagrado em uma situação de assédio sexual contra uma adolescente de 15 anos. O idoso nega as acusações. O crime teria acontecido no ônibus da linha 501, Terminal Vivi Xavier Parador, de Londrina, norte do Paraná.

Conforme depoimento de testemunhas, o idoso teria se aproveitado da lotação do transporte para importunar a jovem. Ele teria passado a mão no órgão genital enquanto a observava. Depois que a adolescente desceu no Terminal Central, ele a seguiu, chamando a atenção de outros passageiros que perceberam a situação.

“Eu vi que ele virou para o lado da janela e colocou a mão na parte íntima dele. Eu falei ‘não, não pode ser verdade isso’. Eu olhei para ver se o rapaz que estava do lado dela tinha percebido, e ele não percebeu. O senhor virou de frente para a menina e ficou olhando para ela, para a parte da barriga, a parte de baixo […]. Ele pegou e mexeu de novo na parte íntima dele”,

conta Gabriel Pereira, que percebeu a ação e foi até a Central de Flagrantes para testemunhar.

Ainda de acordo com a testemunha, o idoso teria agradecido a jovem pelo que ele fez, momento em que Gabriel segurou ele. O assédio foi denunciado aos seguranças do terminal, que contiveram o homem e acionaram a Polícia Militar. O idoso foi levado à Central de Flagrantes da Polícia Civil de Londrina e a vítima foi ouvida pelo delegado de plantão.

No início do mês, o Grupo RIC lançou campanha, em parceria com o 5° Batalhão da Polícia Militar e a 4ª Companhia Independente da Polícia Militar, para tentar inibir assédios em transportes públicos. Quem se sentir intimidado nos ônibus ou nos terminais deve denunciar pelo telefone 190