Notícias

Idosa morre atropelada na faixa de pedestre por moto esportiva que realizava teste de velocidade

No boletim de ocorrência, o condutor da motocicleta informou que estava a 200 km/h enquanto realizava testes no veículo

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem RIC Record TV, Oeste
Idosa morre atropelada na faixa de pedestre por moto esportiva que realizava teste de velocidade
(FOTO: REPRODUÇÃO/ CÂMERA DE SEGURANÇA)

6 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 16:28

Uma idosa, de 80 anos, foi vítima de uma imprudência em Marechal Cândido Rondon, no oeste do Paraná. Irmelia Drews Schmitt foi atingida por uma motocicleta desgovernada, em alta velocidade, no momento que atravessava pela faixa de pedestre de uma avenida. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu. O condutor assumiu que estava realizando testes de potência e foi preso nesta quinta-feira (6), um dia após o acidente.

Idosa morre atropelada em Marechal Cândido Rondon

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento que um motociclista perde o controle e cai do veículo na Avenida Irio Welp, em Marechal Cândido Rondon. De acordo com o boletim de ocorrência, o condutor confirmou que estava realizando testes na moto esportiva e estava a aproximadamente 200 km/h, no momento que sofreu a queda.

Sem controle, a motocicleta continuou deslizando pela avenida e atingiu uma idosa de 80 anos que atravessava a via pela faixa de pedestre. Irmelia teve o pé amputado e após ser socorrida, não resistiu aos ferimento e morreu.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o condutor foi autuado em flagrante por homicídio doloso, quando há a intenção de matar. Segundo o delegado, conduzir uma motocicleta em alta velocidade é colocar vidas em risco. Caso seja condenado, a pena pode chegar a 20 anos de prisão.

Assista ao vídeo: