Brasil

Hospitais de Curitiba recebem quase mil lanches do McDonald’s para profissionais do combate ao coronavírus

Lucas
Lucas Sarzi
Hospitais de Curitiba recebem quase mil lanches do McDonald’s para profissionais do combate ao coronavírus
Foto: Divulgação.

2 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:50

Dois hospitais de Curitiba receberam quase mil lanches do McDonald’s como agradecimento aos profissionais da saúde, que lidam diretamente no combate ao novo coronavírus. A ação aconteceu nesta quarta-feira (1), mas só foi divulgada nesta quinta-feira (2) pela empresa. A ideia foi valorizar o trabalho de quem está se dedicando tanto às pessoas neste momento e que, na maioria das vezes, nem tempo tem de comer.

Desde a descoberta do novo coronavírus, a população no mundo inteiro tem contado com a dedicação e o trabalho incansável dos profissionais da saúde, dos médicos aos auxiliares de modo geral. Eles lutam para salvar vidas e manter o bem-estar de mais de 400 mil pessoas afetadas globalmente até agora.

Pensando em apoiar essas pessoas da linha de frente dessa grande batalha, a Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald’s no mundo, começou a série de doações em todo o país. Ao todo, 29 instituições vão receber os produtos da rede, em 22 cidades.

doação lanche mcdonalds curitiba hospital santa cruz

Equipe do Hospital Santa Cruz recebeu 400 lanches. Foto: Divulgação.

Quase mil em Curitiba

Em Curitiba, o Hospital de Clínicas (HC), através da Associação dos Amigos do HC, e o Hospital Santa Cruz receberam os lanches. Ao todo, foram 842 refeições distribuídas aos profissionais da saúde, por meio do programa Bom Vizinho, iniciativa da Arcos Dorados que contribui em diversas frentes com as comunidades onde a companhia atua.

Além do lanche, os profissionais também receberam algo além: uma mensagem de carinho. “Os nossos colaboradores responsáveis pelo preparo das refeições têm enviado mensagens de apoio e agradecimento junto às entregas. Essa é uma atitude que nos enche de orgulho e reflete o caráter humano que buscamos ressaltar no dia a dia de nossa companhia”, comenta Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados.

Brasil afora

As doações tiveram início na última semana, com a entrega de produtos em São Paulo, e estão sendo expandidas para outras cidades brasileiras através do programa da Arcos Dourados que já fez mais de 100 mil ações sociais ao longo dos 15 anos de atuação. As entregas estão sendo realizadas em veículos de grande capacidade, evitando a circulação excessiva de motos e entregadores nos hospitais.

Além de fazer a ação social na prática, o programa também incentiva o voluntariado entre os colaboradores, formados em grande maioria por jovens, que estão engajados em contribuir de forma positiva nas regiões onde a companhia atua. Entre as ações já realizadas, há desde a arrecadação de agasalhos, plantio de mudas, visita à asilos até a atual ação de apoio aos profissionais da saúde. “Acreditamos na união de forças para que o país possa superar esse período crítico causado pela pandemia” reforça o empresário.

Medidas internas de segurança

Neste momento crítico, a empresa priorizou o seu bem maior além dos clientes: os funcionários. Por isso, implementou um comitê focado especialmente em monitorar e agir em torno de diversos assuntos relacionados ao coronavírus. Foi estabelecido um protocolo interno de serviços mantidos (como o delivery e o drive thru), mas com todos os artifícios necessários para a segurança de quem continua trabalhando (como higienização – até mesmo das bolsas dos entregadores -, reforço na limpeza de equipamentos, distanciamento social).

Ninguém nunca imaginou que isso um dia seria possível, mas o McDonald’s fez se tornar: aos funcionários que não puderam ficar nos restaurantes (por serem do grupo de risco), a empresa implementou o home office ou licença remunerada, em todos os setores. Além disso, todos os funcionários da sede administrativa estão trabalhando de modo remoto, pela própria segurança.

doação lanche mcdonalds curitiba 2

Foto: Divulgação.

Micro e pequenos empreendedores

Acreditando na união de forças para que o país possa superar esse momento de pandemia causada pelo novo coronavírus, a Arcos Dorados decidiu apoiar micro e pequenas empresas do setor de alimentação no Brasil. Foram abertas turmas de formação gratuita e online, voltadas a profissionais que atuam nesse segmento.

Os cursos contam com uma grade dividida em três pilares principais: Segurança Alimentar, Higiene e Desenvolvimento Sustentável, áreas em que a companhia é reconhecida internacionalmente por excelência. Essas são esferas fundamentais para garantir medidas de prevenção de contaminação por microrganismos, incluindo o novo coronavírus.

Com início programado para a próxima semana, os cursos vão ter, inicialmente, vagas limitadas. Além dos donos dos pequenos estabelecimentos, os empregados também vão poder participar das aulas.