Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

13 de outubro de 2016 - 00:00

Atualizado em 13 de outubro de 2016 - 00:00

0 Comentários
Notícias

Horário de Verão começa neste domingo no Paraná e outros 9 estados

Mudança deve reduzir em 4,5% os níveis máximos de demanda por energia elétrica. (Foto: Arnaldo Alves/ANPr)

Relógios devem ser adiantados em uma hora, deixando o domingo com 23 horas de duração

O horário de verão começa à zero hora deste domingo (16) em 10 estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Distrito Federal. Nesses locais os relógios devem ser adiantados em uma hora, deixando o domingo com 23 horas de duração. A operação inversa, que vai marcar o final do Horário de Verão, acontecerá em 19 de fevereiro. 

Com base em edições anteriores, a estimativa da Copel é que o Horário de Verão contribua para reduzir em 4,5% os níveis máximos de demanda por energia elétrica entre as 18h e as 21h. Isso corresponde a evitar, ao longo de quatro meses, a demanda por 200 megawattts de potência no sistema elétrico estadual neste horário, o que equivale à demanda máxima de uma cidade como Maringá. 

Economia de energia

A principal finalidade do Horário de Verão é proporcionar uma alívio à operação de instalações como usinas geradoras, subestações e linhas de transmissão no fim da tarde, quando o expediente comercial e na indústria coincidem com a ativação da iluminação pública. 

Aproveitando os dias são mais longos do verão, o adiantamento do relógio permite antecipar as rotinas das pessoas e das empresas, descolando os horários de maior consumo de energia do horário de acionamento automático das lâmpadas nas ruas. 

A diluição do pico de consumo no fim da tarde previne sobrecargas no sistema elétrico, o que evita o acionamento emergencial de usinas térmicas e também resguarda os estoques de água nos reservatórios das hidrelétricas. Tudo isso reverte em economia para os consumidores, já que o custo de geração adicional é sempre repassado às tarifas por meio das bandeiras tarifárias. 

Histórico

Esta será a 42ª vez que o Horário de Verão será adotado no País. A história da medida no Brasil começou na década de 30, pelas mãos do então presidente Getúlio Vargas. Sua versão de estreia durou quase meio ano – vigorou de 3 de outubro de 1931 até 31 de março de 1932. Nos 35 anos seguintes, a medida foi instituída em nove oportunidades: em 1932, de 1949 a 1952, em 1963 e de 1965 a 1967. O recurso ressurgiu apenas em 1985 por decreto do presidente José Sarney, e foi adotado de forma ininterrupta desde então. 

O decreto 6558, de 2008, determinou que o Horário de Verão será aplicado nos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país, incluindo o Distrito Federal, com início sempre no terceiro domingo de outubro e encerramento no terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte.

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique atualizado.

Seta COMENTÁRIOS