Notícias

Homem que provocou morte de artista é denunciado por homicídio pelo MPPR

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

27 de fevereiro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 27 de fevereiro de 2019 - 00:00

MPPR oferece denúncia por homicídio duplamente qualificado (Foto: reprodução Google Maps)

Segundo informações do MPPR, o homem era foragido da justiça quando cometeu o crime, e teria surpreendido Jean com agressões pelas costas, além de o ferir com uma faca

Nesta terça-feira (26), A 6ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, no litoral do Paraná, ofereceu uma denúncia criminal por homicídio duplamente qualificado contra o suspeito de matar o artista de rua Jean Cristofer Moreira, no dia 12 de fevereiro, em frente ao Hospital Regional do Litoral. 

Crime teria sido feito por vingança

Para o Ministério Público do Paraná (MPPR), o motivo do crime é torpe, ou seja, banal, e o denunciado teria o cometido por vingança, já que suspeitava que a vítima teria agredido a sua irmã, e, no passado, provocado a morte de um primo. Além disso, o denunciado impossibilitou qualquer tipo de defesa por parte do artista de rua.

Segundo informações do MPPR, o homem era foragido da justiça quando cometeu o crime, e teria surpreendido Jean com agressões pelas costas, além de o ferir com  uma faca. 

O denunciado, que se encontra recolhido no setor de carceragem temporária da 1ª Subdivisão de Polícia de Paranaguá, pode ser levado a júri popular, e a pena prevista para o crime é de até 30 anos de prisão. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.