Segurança

Homem fuzilado na última quinta (6) morre em hospital de Curitiba

A vítima usava tornozeleira eletrônica e já havia sobrevivido a outros atentados

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações de Taís Santana, da RIC Record TV Curitiba
Homem fuzilado na última quinta (6) morre em hospital de Curitiba
(Foto: Diogo Cordeiro/RIC Record TV Curitiba)

10 de maio de 2021 - 13:55 - Atualizado em 10 de maio de 2021 - 13:56

Vítima de atentado na última quinta (6), em Curitiba, foi socorrida, mas morreu no hospital. O homem, de 40 anos, foi alvo de 36 tiros de fuzil 762, quando saía do seu local de trabalho em um carro vermelho, onde foram encontradas as cápsulas dos projéteis. A vítima tinha passagens pela polícia, usava tornozeleira eletrônica e já havia sofrido, pelo menos, outros dois atentados.

De acordo com o delegado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Tito Barichello, a polícia já tem uma linha de investigação e descarta crime passional. Ainda segundo o policial, se trata de uma organização criminosa de alta periculosidade fortemente armada atuante no Paraná.

A suspeita é de que a vítima, chamada Eduardo, era caixeiro, isto é, especializado em roubos e explosões de bancos e caixas eletrônicos, além de ter uma extensa lista criminal. 

Os atiradores fugiram em um carro vermelho, encontrado a 600 metros do local do atentado. Segundo informações da Polícia Civil, os responsáveis foram resgatados por outros criminosos. O delegado afirma que o crime foi cometido por profissionais, que usaram luvas para não deixar impressões digitais no veículo.