Notícias

Homem esfaqueia ex 15 vezes enquanto mulher segurava mão de filha

O caso aconteceu no estacionamento de um mercado em Headington, na Inglaterra

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora
Homem esfaqueia ex 15 vezes enquanto mulher segurava mão de filha
(Foto: INS News Desk/INS News Agency Ltd)

23 de agosto de 2019 - 00:00 - Atualizado em 23 de agosto de 2019 - 00:00

Homem esfaqueia ex 15 vezes enquanto mulher segurava mão de filha, de apenas cinco anos, que chorava desesperada vendo a mãe naquela situação. O caso aconteceu no estacionamento de um mercado em Headington, na Inglaterra.

Homem esfaqueia ex na frente da filha de cinco anos

Jordan Anderson, de 30 anos, negou ao júri que tinha intenção de matar a mulher, identificada como Aleah Masih, mas afirmou que seu intuito era de a ferir.

Entretanto, apesar disso, o juiz do caso alegou que Jordan responderia por tentativa de assassinato após se aproximar da ex-companheira para a questionar se ela estaria grávida ou se envolvendo com outro homem.

De acordo com testemunhas, o homem teria a esfaqueado na coluna, no pescoço, e pelo menos cinco vezes na cabeça.

Conforme a vítima, que sobreviveu a tentativa de homicídio, em um primeiro momento ela não acreditou que o ex estava a esfaqueando.

“Eu achei que ele estava apenas batendo no meu braço. Depois achei que ele estava tentando chegar no meu pescoço. Eu só me lembro de olhar pra cima e ver a minha filha gritando e chorando. Eu me lembro de falar a ela que estava tudo bem”.

Acusado afirma ter ferido a mulher, mas nega ter tentando a matar

Apesar do acusado negar que queria matar a ex, Michael Roques, advogado da vítima, afirmou em audiência que isso não pode ser visto como verdade, já que ele puxou uma faca e simplesmente inciou os golpes contra a vítima.

“Ela caiu no chão e ele continuou a apunhalá-la repetidamente com diversos golpes. Testemunhas descreveram que os golpes foram dados com muita força, e em seguida ele saiu de cena”.

Conforme o relatório emitido por um patologista, se as feridas da vítima tivessem sido feitas em um ângulo ligeiramente diferente, ela teria morrido.

homem tenta matar a ex

(Foto: INS News Desk/INS News Agency Ltd)

Ainda em depoimento, Aleah Masih contou que no dia do crime o ex a pediu para entrar no carro afirmando que queria apenas conversar.

“Eu apenas balancei a cabeça. Ele me perguntou se eu estava grávida e eu disse que não, ele me perguntou se eu estava dormindo com ninguém e eu disse não. Eu acho que apenas pedi a ele para ir embora e me deixar sozinha”.

Além das facadas, o advogado da mulher colocou em meio ao processo as perseguições sofridas pela vítima entre outubro e março, mês em que o crime aconteceu, além das inúmeras ameaças por email e redes sociais feitas.

No tribunal, o acusado apenas admitiu ter esfaqueado a ex-companheira, mas nega fielmente que tinha intenção de a matar.

homem esfaqueia ex

(Foto: INS News Desk/INS News Agency Ltd)

Por fim, o advogado de Aleah disse ao juiz que o julgamento deve ser sobre o que passava pela cabeça do acusado no momento em que ele infligiu as facadas. “Se você tem certeza de que este réu pretendia assassinar Aleah Masih, então você o considera culpado”.

A princípio, o julgamento ainda não foi concluído, e deve ter fim nos próximos dias.