Notícias

Homem é condenado por não impedir que filha de 9 anos tivesse relações sexuais com outras crianças

O homem terá que cumprir pena, passar por reabilitação de drogas e pagar multa

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do Daily Star
Homem é condenado por não impedir que filha de 9 anos tivesse relações sexuais com outras crianças
(Foto: Pexels)

11 de setembro de 2021 - 17:11 - Atualizado em 11 de setembro de 2021 - 17:11

Um homem de 64 anos foi condenado nesta sexta-feira (10) por não ter impedido que sua filha de nove anos tivesse relações sexuais com outras crianças e assistisse a pornografia em seu tablet. O julgamento aconteceu em Gloucester, na Inglaterra.

De acordo com reportagem do Daily Star, o homem também deixava a menina e o filho mais velho sob supervisão de um pedófilo que morava na mesma região. Assistentes sociais foram até a casa do réu e perceberam a situação após o pai de um menino denunciar que o filho havia tido relações sexuais com a garota. As profissionais também encontraram fotos íntimas das crianças no tablet da família. O caso teria acontecido em 2016 e o pai só foi preso no ano seguinte. Na época, ele negou que soubesse dos fatos.

Segundo o promotor do caso, “não se sabe exatamente com quantos meninos ela teve relações sexuais ou atividade sexual”. A menina disse à polícia em 2017 que teve relações sexuais com cinco meninos de 8 a 15 anos.

O réu foi condenado a dois anos de prisão com suspensão por dois anos, além de ter que comparecer em atividades de reabilitação por 32 dias, passar por seis meses de reabilitação de drogas e pagar multa de £ 120.