Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora

27 de maio de 2020 - 00:00

Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:41

Notícias

Homem assalta farmácia e abusa sexualmente de três mulheres, em Curitiba

Em nota, a farmácia lamentou o assalto violento em uma de suas lojas de Curitiba

Homem assalta farmácia e abusa sexualmente de três mulheres, em Curitiba

Na noite desta terça-feira (26), por volta das 21h, um homem assaltou uma farmácia e abusou sexualmente de três mulheres que estavam no estabelecimento em Curitiba, no bairro Jardim das Américas.

No local, imagens de segurança flagraram o momento que o homem, que vestia calça jeans, camiseta de cor clara e jaqueta preta entra no estabelecimento como qualquer cliente. Do  lado de fora, a rua ainda estava movimentada.

Homem assalta farmácia e estupra mulheres, em Curitiba: veja como foi a ação do bandido

Dentro da farmácia o homem mostrou o que realmente queria. Ele roubou dinheiro, celulares e outros objetos, e ainda dividiu os reféns entre homens e mulheres para cometer mais um crime.

No local, o bandido cometeu o abuso sexual contra três mulheres: duas clientes e uma funcionária. De acordo com elas, ele carregava uma arma da cintura, possivelmente uma pistola, e não retirou a máscara em nenhum momento.

No início da madrugada desta quarta-feira (27), as vítimas do estupro deixaram a farmácia acompanhadas de familiares e seguiram para o Hospital de Clínicas para realizarem alguns exames.

Logo depois de cometer o crime, o homem deixou a farmácia. A princípio, a polícia acredita que ele tenha largado um carro parado em outra rua. Até o momento, o veículo não foi identificado.

Suspeito de cometer outros crimes contra farmácias

Conforme a polícia, o homem é suspeito de ter assaltado outras duas farmácias em um intervalo de trinta dias.

Agora, a Delegacia de Furtos e Roubos vai investigar o caso.

Em nota, a farmácia lamentou o assalto violento em uma de suas lojas de Curitiba.

“A empresa comunica que no momento está prestando total assistência às vítimas, bem como contribuindo com as autoridades para elucidação do caso. A loja permanecerá fechada por tempo indeterminado. Reiteramos nosso total empenho e colaboração junto às autoridades locais para identificar o responsável por tal fato”.

Confira a reportagem completa sobre o crime: