Notícias

Membro de grupo satânico de Curitiba é preso por matar jovem com golpe de espada

Outros dois envolvidos deverão ter seus mandados de prisão expedidos nos próximos dias; o crime ocorreu no Parque Guairacá

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com informações da Polícia Civil
Membro de grupo satânico de Curitiba é preso por matar jovem com golpe de espada
A polícia apreendeu vários objetos dos suspeitos nesta terça-feira (26). Foto: Divulgação/Polícia Civil)

26 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:42

Três jovens que fazem parte de um grupo satânico em Curitiba são investigados pelo assassinato de Daniel Rodrigues da Veiga, de 21 anos, ocorrido em abril deste ano. Nesta terça-feira (26), um deles, de 21 anos, foi preso e os outro dois, de 21 e 17 anos, deverão ter suas prisão e apreensão decretadas pela Justiça nos próximos dias.

Segundo a Polícia Civil, a vítima foi morta no dia 19 de abril no Parque Guairacá, Bairro Campo Comprido após uma discussão com os três suspeitos. Daniel, que era lutador de Kung Fu, foi agredido inúmeras vezes na cabeça com os skates dos assassinos e teve o pescoço degolado com sua própria espada katana, que costumava levar consigo. 

Na sequência, os criminosos jogaram Daniel, juntamente com a espada, no Rio Barigui e fugiram do local. O corpo só foi encontrado cinco dias depois, enquanto a arma não foi localizada.

“Um deles, inclusive, para não ter dúvidas de que Daniel sobreviveria, segurou o corpo por um bom tempo dentro do rio”, conta o delegado Thiago Nóbrega, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

grupo-satanico-curitiba-matar-golpe-espada

A vítima do grupo satânico de Curitiba foi jogada no Rio Barigui, no bairro Campo Comprido. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)da

Grupo satânico de Curitiba

Ainda conforme a polícia, o grupo satânico do qual fazem parte os três rapazes “cultua a liberdade e práticas satânicas”. Durante o cumprimentos dos mandados de busca e apreensão nas residências dos três envolvidos, todas no bairro Campo Comprido, a polícia encontrou um dos skates que ainda apresentava manchas de sangue da vítima, além de armas brancas. 

grupo-satanico-curitiba-matar-golpe-espada

Vários itens de cotação satânica foram apreendidos nas casas dos suspeitos em Curitiba. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

“Eles criaram esse grupo, inclusive, tatuaram no corpo símbolos desse grupo, que segundo eles é anarquista e satanista. É um grupo que não deu para entender a filosofia exata, mas segundo eles, eles fazem aquilo que dá na telha, aquilo que querem” explica o delegado.

À polícia, o jovem que foi preso temporariamente confessou o crime, não se mostrou arrependido e relatou que manteve o skate guardado com as manchas de sangue como forma de troféu

Os outros envolvidos também assumiram o assassinato, foram qualificado e aguardam a expedição de seus respectivos mandados de prisão e apreensão.

Galeria de fotos:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.