Notícias

Grupo quer criar polo cinematográfico em Maringá e gerar 10 mil empregos

Produtores e atores almejam a criação de um polo cinematográfico em Maringá, e trataram sobre isso em encontro na quarta (9) com o governador Ratinho Junior

Wilame
Wilame Prado / Repórter
Grupo quer criar polo cinematográfico em Maringá e gerar 10 mil empregos
Reunião com Ratinho Junior e grupo que quer criar um polo cinematográfico em Maringá. (FOTO: Jonathan Campos/AEN)

10 de junho de 2021 - 10:09 - Atualizado em 10 de junho de 2021 - 10:09

Criar um polo cinematográfico em Maringá. Essa foi a proposta de um grupo de produtores de audiovisual da cidade que foi recebido, na quarta-feira (9), pelo governador do Paraná, Ratinho Junior. O encontro contou com a participação do deputado estadual maringaense Dr. Batista, além da superintendente geral da Cultura, Luciana Casagrande.

O grupo integra uma associação chamada Procinema e também a Oscip Polo Cinematográfico de Maringá. Os participantes buscam apoio institucional e possível auxílio financeiro estatal para colocar em prática o projeto de se criar um polo cinematográfico em Maringá.

De acordo com o ator e produtor Vital Ben Waisermman, existe uma expectativa de se criar 10 mil empregos em Maringá, relacionados ao polo cinematográfico almejado.

Ele revelou que o governador Ratinho Junior prometeu analisar o projeto, que é encabeçado pelo roteirista José Carlos Padilha.

A ideia é que o Governo do Paraná faça uma ponte, também, com o Governo Federal, que hoje tem como secretário especial da Cultura o ator Mário Frias.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.