Notícias

Governadores recorrem ao STF para barrar ida à CPI da Covid

Reuters
Reuters
Governadores recorrem ao STF para barrar ida à CPI da Covid
Estátua da Justiça em frente à sede do Supremo Tribunal Federal em Brasília

28 de maio de 2021 - 19:18 - Atualizado em 28 de maio de 2021 - 19:20

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) – Governadores de 17 Estados e do Distrito Federal entraram nesta sexta-feira com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a convocação de chefes de Executivos estaduais para depor na CPI da Covid do Senado.

O pedido foi apresentado dois dias após a Comissão Parlamentar de Inquérito ter aprovado a convocação de nove governadores sob o argumento de ouvi-los sobre suspeitas de desvios de recursos federais repassados aos Estados no enfrentamento à pandemia.

Os governadores, contudo, alegam que a decisão da CPI “viola inegavelmente o pacto federativo e o princípio da separação dos poderes”, e consideram que não se poderia fazer esse pedido.

“Ao longo da petição, demonstrou-se que a competência fiscalizatória do Poder Legislativo federal restringe-se à Administração Pública federal e que o chefe do Poder Executivo não pode, em nenhuma hipótese, ser convocado em CPIs”, afirmou a ação, movida pelo Colégio Nacional de Procuradores Gerais dos Estados e do Distrito Federal (Conpeg).

O presidente Jair Bolsonaro e senadores alinhados ao governo na CPI, que são minoria na comissão, buscam investigar governadores para se contrapor ao avanço das apurações contra o Executivo Federal.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH4R16W-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.