Notícias

Governadores enviam carta a Biden pedindo ajuda humanitária e vacinas

Reuters
Reuters
Governadores enviam carta a Biden pedindo ajuda humanitária e vacinas
Presidente dos EUA, Joe Biden

25 de maio de 2021 - 20:08 - Atualizado em 25 de maio de 2021 - 20:10

(.)

(Reuters) – Integrantes do Fórum Nacional dos Governadores enviaram uma carta nesta terça-feira ao presidente norte-americano, Joe Biden, pedindo ajuda humanitária em meio à pandemia e a liberação de ao menos 10 milhões de doses de vacina contra a Covid-19, segundo o coordenador da área de imunizantes do grupo, Wellington Dias (PT), governador do Piauí.

Recentemente os Estados Unidos anunciaram que irão compartilhar 80 milhões de doses de vacina com outros países. Segundo Dias, o momento da pandemia segue delicado no Brasil e há uma elevada preocupação com a possível chegada de uma terceira onda. O país já registrou mais de 450 mil mortos pela doença.

O fórum estima que até setembro o país deve registrar mais 200 mil novas mortes por Covid, algo considerado inaceitável.

“Essa trágica situação faz com que o Brasil figure, junto com a Índia, na classificação de alto risco, caracterizando-o como potencial deflagrador de uma grave crise social e econômica sem precedentes, com consequências negativas para além das suas fronteiras”, diz trecho do documento encaminhado a Biden.

Dias disse que os governadores apostam nas ligações históricas e boas relações com os EUA.

“A nossa meta é salvar vidas, e hoje sabemos que a vacinação é o passo mais importante nessa luta contra o vírus e vamos buscar vacinas, em todos os locais disponíveis. É uma questão humanitária”, disse.

Até o momento, segundo dados do Ministério da Saúde, 39,7 milhões de pessoas receberam pelo menos a primeira dose no Brasil, o que representa 18,9% da população, enquanto apenas 18,8 milhões, ou 9% da população, já receberam também a segunda dose.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH4O1GJ-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.