Internacionais

“Saiu do pior para o melhor dia da sua vida”, diz mãe de garoto vítima de bullying

Menino foi convidado e entrou com a equipe de estrelas do rúgbi australiano

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações do R7
“Saiu do pior para o melhor dia da sua vida”, diz mãe de garoto vítima de bullying
(FOTO: REPRODUÇÃO/ REDES SOCIAIS)

22 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 22 de fevereiro de 2020 - 00:00

Após comover milhões de pessoas, Quaden Bayles está de volta aos noticiários, porém, desta vez é para uma notícia boa. A criança que possui nanismo e sofre bullying constantemente na escola foi convidada para entrar em campo com os jogadores no Jogo das Estrelas da NRL (Liga Nacional de Rúgbi, na sigla em inglês). Neste sábado (22), de acordo com a mãe do garoto, Bayles foi “do pior para o melhor dia da sua vida”.

Luta pela conscientização

A história do menino ganhou repercussão mundial depois que a mãe, Yarraka Bayle, postou um vídeo do garoto chorando após ser vítima de bullying na escola. Ao longo dos seis minutos de vídeo, o menino chega a dizer que ‘quer se matar’. O vídeo foi visto por mais de 14 milhões de pessoas.

Após compartilhar o vídeo, a mãe comentou que queria mostrar as imagens na esperança das pessoas se conscientizarem sobre as consequências do bullying. 

“Como pessoa com nanismo, e mãe de uma criança com nanismo isso parte o meu coração em um milhão de pedaços. Isto definitivamente não está bem… Entristece-me que as pessoas com deficiência sejam olhadas e apontadas como diferentes, e temos que aprender a ajustar-nos a este mundo difícil, como se não fosse difícil como é… Escolas e pais precisam fazer o seu trabalho, educando sobre estes tópicos! Precisas de começar a fazer de todas as deficiência um tema de conversa, bem como as diversidade ocorridas”, escreveu a mãe nas redes sociais.

A mulher também revelou que esta não foi a primeira vez que o menino pediu para se matar.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.