Notícias

Garçom morre ao comer camarão durante o trabalho em Minas Gerais

Mesmo sabendo que era alérgico a camarão, ele declarou aos colegas que iria “arriscar” e comeu um prato de Paelha

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Garçom morre ao comer camarão durante o trabalho em Minas Gerais
O garçom morreu de choque anafilático. (Foto: Montagem/RIC Mais)

12 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 12 de setembro de 2019 - 00:00

Um garçom morreu depois de comer camarão em uma festa que trabalhava em Belo Horizonte, em Minas Gerais, no fim da noite da última terça-feira (10). Elton Alves Fernandes, de 32 anos, havia sido contratado como freelancer para o evento. (Assista reportagem abaixo) 

Garçom que morreu ao comer camarão disse que iria arriscar

Segundo o boletim de ocorrência, o garçom, mesmo sabendo que era alérgico a camarão, declarou aos colegas que iria “arriscar” e comeu um prato de Paelha – prato feito com frutos do mar – e logo começou a passar mal. 

“Ele fez essa refeição, imediatamente já sentiu os sintomas do choque anafilático, correu para o banheiro, já gritando para que os outros garçons chamassem o SAMU, pois ele estaria morrendo”, explicou o policial Daniel Amparo. 

Garçom que morreu após comer camarão foi reanimado três vezes 

Ele chegou a ser reanimado três vezes, por um médico que participava do evento, mas na terceira tentativa, o garçom não resistiu e morreu ali mesmo.  

Assista à reportagem:

O Balanço Geral contou detalhes sobre o caso do garçom que morreu após comer camarão.