Notícias

Galo detido em Ivaiporã deve ser leiloado: “Fiquei constrangido”, diz dono

A renda arrecadada com o leilão deve ser revertida para o antigo dono, que vendeu o animal a um amigo por sentir vergonha da situação

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações da RIC Record TV
Galo detido em Ivaiporã deve ser leiloado: “Fiquei constrangido”, diz dono
(Foto: Polícia Militar)

10 de junho de 2021 - 14:15 - Atualizado em 10 de junho de 2021 - 14:18

O galo que foi apreendido pela Polícia Militar após uma denúncia de perturbação de sossego, em Ivaiporã, no norte do Paraná, foi vendido e deve ser leiloado pelo novo dono. O antigo proprietário disse que ficou constrangido com a apreensão e que passa por problemas financeiros. 

Após a apreensão, o galo foi levado para um abrigo provisório providenciado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. O dono, Elcio Antunes da Silva, teve prazo de cinco dias para arranjar um novo lar para o animal.

Elcio tem 51 anos e trabalha como trabalhador rural. Ele comprou o galo há dois meses e afirmou que o animal começou a cantar recentemente.

“Fiquei constrangido. Eu fui lá, peguei o galo e coloquei dentro do camburão”,

contou.

O novo dono, o empresário Elias Belarmino da Silva, levou o animal para uma chácara. Até o leilão, deve ficar com o animal, antes de voltar para seu antigo dono.

“Vai estar em um ambiente saudável e vai poder cantar à vontade. […] Vamos reverter a renda pra ele (o dono do galo), melhorar a vida dele.”

contou Elias

A apreensão

O galo foi apreendido após um vizinho denunciar que o animal perturbava seu sossego, na madrugada do último domingo (6), em Ivaiporã, no interior do Paraná. Na denúncia, o vizinho afirmou que o dono do galo mantinha um galinheiro nos fundos de sua casa. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.