Notícias

Funcionários mantém paralisação no Hospital de Clinicas em Curitiba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

9 de junho de 2016 - 00:00 - Atualizado em 9 de junho de 2016 - 00:00

Foto: UFPR

Trabalhadores da Funpar, que administra o Hospital de Clínicas, pedem reajuste de 20,16% nos salários

Os funcionários da Fundação da Universidade Federal do Paraná (Funpar), que administra o Hospital de Clínicas de Curitiba, decidiram em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira(08) manter a paralisação por tempo indeterminado no Hospital.

A greve dos trabalhadores começou na segunda-feira (06). A categoria pede reajuste salarial de 20,16%.  e Na tarde de terça-feira, houve uma audiência na sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-PR), onde a Funpar manteve a proposta de 5,2% de reajuste. A fundação afirma que não pode oferecer um aumento maior por falta de recursos.

O Hospital de Clínicas é o maior hospital público do Paraná e atende mais de 1 milhão de pacientes por ano. A orientação do Ministério Público do Trabalho (MPT) é para que os trabalhadores aceitem, pelo menos por enquanto, a proposta da Funpar, uma vez que se trata de um serviço essencial para a população.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.