Notícias

Funcionários do IDR-Paraná protestam contra plano de carreira feito pela instituição

O Sindpar argumenta que tenta há mais de um ano negociação e que o plano acumula diversos prejuízos aos servidores

Bruna
Bruna Melo / Repórter com informações da RIC Record TV Londrina
Funcionários do IDR-Paraná protestam contra plano de carreira feito pela instituição
Assembleia feita em frente à Sede de Pesquisa do IDR-Paraná. Foto: Rafael Machado

30 de julho de 2021 - 10:15 - Atualizado em 30 de julho de 2021 - 10:15

Na manhã desta sexta-feira (30), funcionários do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná) Iapar/Emater, de Londrina, protestaram contra o Plano Único de Carreira elaborado pela instituição. Os servidores afirmam que o projeto precariza os serviços de pesquisa e coloca fim aos anuênios e quinquênios (acréscimo no salário por tempo de serviço prestado a uma mesma empresa).

A manifestação foi em frente à sede Sede de Pesquisa do IDR-Paraná, na PR-445. Em nota à imprensa, o Sindicato dos Servidores Públicos na Agropecuária do Estado do Paraná (Sindpar) informou que a direção da empresa também “propõe transformar a carreira técnica em multifuncional”. Ainda de acordo com a nota, o sindicato tenta negociação há mais de um ano.

Após assembleia feita nesta manhã, o sindicato estabeleceu indicativo de greve para o dia 5 de agosto. Ricardo Moura informa que não existe interesse de paralisação e que esta é uma forma de tentar, novamente, negociar com o Governo do Estado.

O IDR-Paraná realiza serviço integrado de pesquisa e experimentação agrícola, de assistência técnica e extensão rural, de fomento no meio rural e de expansão da base de agroecologia para a produção de alimentos.