Notícias

Funcionários do HC da capital entram em greve. Pacientes devem ser afetados

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

6 de junho de 2016 - 00:00 - Atualizado em 6 de junho de 2016 - 00:00

A paralisação foi aprovada em assembleia. (Foto: Sinditest)

Cerca de 870 funcionários aderiram à greve, que tem como motivação a falta de acordo em relação à reajuste salarial

Funcionários do Hospital de Clínicas (HC) de Curitiba, ligados à Fundação da Universidade Federal do Paraná (Funpar), cruzaram os braços no início da manhã desta segunda-feira (6). A paralisação deve afetar o atendimento aos pacientes do local. Apenas casos de urgência e emergência devem ser atendidos.

Cerca de 870 funcionários aderiram à greve, que tem como motivação a falta de acordo em relação à reajuste salarial. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior no Estado do Paraná (Sinditest-PR) pede reajuste de 20,16%. Porém, a Funpar oferece 5,2%.

“O índice mal cobre metade da inflação acumulada no período de maio de 2015 a maio de 2016, mês em que deveriam ter sido concluídas as negociações do acordo coletivo. Embora ainda não tenham sido divulgados os números oficiais da inflação de maio deste ano, a projeção do Dieese é que a soma dos últimos 12 meses fique em 9,97%”, informa o sindicato.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.