Notícias

Frio pode ter causado a primeira morte por hipotermia em Curitiba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

19 de julho de 2017 - 00:00 - Atualizado em 19 de julho de 2017 - 00:00

O homem estava na marquise de uma agência, enrolado num cobertor (Foto: Marcelo Borges/RICTV Curitiba)

Uma ambulância do Samu foi chamada, mas os socorristas já não podiam fazer mais nada para salvar o homem

* Com informações do repórter Marcelo Borges, da RICTV Curitiba

temperatura negativa, registrada na madrugada desta quarta-feira (19), pode ter feito a primeira vítima do inverno na Praça Tiradentes, no Centro de Curitiba. Um morador de rua foi encontrado morto enquanto dormia e a suspeita é de que ele tenha sofrido de hipotermia. 

Foi por volta das 2h, quando policiais militares do 10º Batalhão faziam uma ronda de rotina. Eles foram abordados por alguns moradores de rua pedindo ajuda. Chegando ao local indicado, os PMs encontraram o homem inconsciente. Os policiais militares ligaram para o Samu, mas na chegada da ambulância nada mais poderia ser feito. 

O homem estava deitado em uma calçada em frente a uma agência bancária, enrolado num cobertor. Segundo o médico plantonista da ambulância, a morte pode ter relação com as baixas temperaturas. O morador de rua foi identificado como Adilson, mas era conhecido como ‘índio’, e tinha 43 anos. 

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML), que vai confirmar se a causa da morte foi hipotermia ou não. 

Nas redes sociais, o prefeito Rafael Greca (PMN) se manifestou sobre o assunto. Ele disse que o homem foi visto por uma equipe da Fundação de Ação Social (FAS), mas “recusou atendimento por estar fortemente drogado e alcolizado”. 

São Paulo

No final da tarde de terça-feira (19), um morador de rua também morreu em São Paulo e a suspeita é de que seja de frio. O homem, de aproximadamente 45 anos, foi encontrado no bairro de Pinheiros, na zona oeste da capital paulista. Esta é a segunda suspeita de morte de morador de rua causada pelo frio na capital paulista em 2017, segundo os registros policiais.

Leia mais:

Temperatuas baixas dobram atendimento da FAS a moradores de rua em Curitiba

Moradores de rua sofrem com frio intenso na capital