Notícias

Fotógrafo René Robert morre de hipotermia na rua

O profissional havia caído durante uma caminhada e não foi socorrido, ele permaneceu por 9 horas no chão da rua sem socorro

Carol
Carol Machado / Produtora
Fotógrafo René Robert morre de hipotermia na rua
Fotógrafo René Robert morre de hipotermia na rua - Foto: reprodução

28 de janeiro de 2022 - 16:17 - Atualizado em 28 de janeiro de 2022 - 16:17

O Fotógrafo René Robert morreu aos 85 anos na semana passada depois de escorregar na rua. Robert teve um mal estar e caiu, ele permaneceu no chão por aproximadamente 9 horas sem receber tratamento médico.

De acordo com o The Guardian, Robert morreu devido a hipotermia, após a queda ele passou nove horas na rua sozinho. O que está chocando os moradores locais e amigos é que o local onde Robert havia caído é bem movimentado.

Ele foi socorrido horas depois após um morador em condição de rua chamar a ambulância. Porém, Robert já havia ficado muito tempo na rua e sofreu hipotermia.

“Ele sofreu uma tontura e caiu”, disse o jornalista Michel Mompontet, em uma série de tweets . “Incapaz de se levantar, ele ficou enraizado no local no frio por nove horas até que um sem-teto chamou os serviços de emergência. 

Mompontet era amigo de Robert e desabafou em entrevista na France TV Info, ele disse que a morte aconteceu devido a indiferença das pessoas.

“Se essa morte terrível pudesse servir a algum propósito, seria este: quando um humano está deitado no chão pavimentação, devemos verificá-los – não importa o quão ocupados estejamos. Vamos parar por um segundo.”

A embaixada espanhola na Holanda lamentou a morte de René e twittou: “A morte de René Robert, que imortalizou com sua câmera todos os grandes artistas do flamenco, desafia nossa consciência coletiva”.

De acordo com associações de sem-teto da França, 600 pessoas morrem nas ruas todos os anos.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.