Notícias

Ford queria subsídios, diz Bolsonaro sobre fechamento de fábricas

Reuters
Reuters
Ford queria subsídios, diz Bolsonaro sobre fechamento de fábricas
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto

12 de janeiro de 2021 - 12:29 - Atualizado em 12 de janeiro de 2021 - 12:30

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta terça-feira que lamenta a perda de 5 mil empregos com o anúncio na véspera da Ford de que encerrará sua produção no país, mas acusou a montadora norte-americana de não falar a verdade e disse que a empresa queria a manutenção de subsídios.

“Lamento 5 mil empregos perdidos, mas a imprensa não fala que, em novembro, nós criamos 414 mil empregos. Então, perdemos 5 mil agora, repito: lamento”, disse.

“Mas o que a Ford quer? Faltou a Ford dizer a verdade, né? Querem subsídios. Vocês querem que continue dando 20 bilhões pra eles como fizeram nos últimos anos? Dinheiro de vocês, de impostos de vocês para fabricar carro aqui? Não. Perdeu a concorrência, lamento”, emendou ele, em conversa com apoiadores transmitida em uma rede social.

Na segunda-feira, a Ford anunciou que fechará suas três fábricas no país neste ano –localizadas em Taubaté (SP), Camaçari (BA) e Horizonte (CE)– como parte de uma reestruturação que a empresa afirma ser global e que já havia atingido em 2019 a histórica unidade da companhia em São Bernardo do Campo (SP).

Na manhã desta terça, ao falar com apoiadores, Bolsonaro atribuiu o fechamento das fábricas da montadora norte-americano ao ambiente competitivo do Brasil.

“Saiu porque, num ambiente de negócios, quando você não tem lucro, você fecha. Assim é na vida”, afirmou. “Negócio é negócio. Deu lucro, o cara fica aqui, não deu lucro, o cara não produz mais aqui e fecha”, afirmou.

Procurada, a Ford não comentou de imediato as declarações do presidente.

(Reportagem de Ricardo Brito e Eduardo Simões)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0B103-BASEIMAGE