Notícias

Homem é flagrado com arara no ombro dentro de ônibus, em Curitiba

Espécie está entre as ameaçadas de extinção e o transporte de animais no transporte coletivo é proibido

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Homem é flagrado com arara no ombro dentro de ônibus, em Curitiba
Passageira registra homem com arara no ombro dentro do ônibus (FOTO: ALINE POPENDA)

13 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:37

A linha Circular Sul transporta, aproximadamente, 17 mil passageiros todos os dias em Curitiba. Entretanto, uma passageiro em específico chamou a atenção nesta quinta-feira (12). O homem, que entrou no ônibus por uma estação tubo, carregava uma Arara-Canindé em seu ombro. O animal, ameaçado de extinção, se comportou e não causou problemas aos demais ocupantes do veículo.

Apesar do animal não perturbar a viagem dos outros passageiros, o transporte de animais no transporte coletivo é proibido. O decreto 1356 de 2008, da Urbanização de Curitiba (Urbs), garante que somente cães guias, identificados, podem entrar nos ônibus.

(FOTO: ALINE POPENDA)

Homem leva arara no ônibus

A imagem da arara no ombro de um passageiro foi registrada por uma outra passageira. Aline Popenda estava na linha Circular Sul quando estranhou o homem com o animal dentro do transporte. A mulher então resolveu registrar as imagens, confira o vídeo abaixo:

O transporte de animais em ônibus do transporte coletivo é proibido e a Urbs informou que cobradores e motoristas não devem permitir a entrada de bichos. Entretanto, a Arara-Canindé, no ombro de seu dono, não foi barrada.

Delegado alerta sobre criação de animais silvestres

O delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente do Paraná (DPMA), revelou que o fato é bastante curioso, até porque é incomum a licença para animais silvestres serem criados com fins domésticos.

“É extremamente incomum a licença para fins domésticos de animais silvestres. Então percebemos que na imensa maioria das nossas fiscalizações, onde acabamos nos deparando com animais silvestres, nós verificamos que não há autorização do órgão ambiental. Então acabamos apreendendo o animal. Nesse caso específico, precisamos saber se ele tem ou não a autorização”, relata Laiola.

Saiba como denunciar caso encontre um animal em cativeiro irregular.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.