Curiosidades

Filha escreve declaração no chão da sala para pai com Alzheimer; veja foto

Depois de ler a declaração, o pai disse que nunca esqueceria sua filha

Mirian
Mirian Villa

4 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 4 de dezembro de 2019 - 00:00

Com a vontade de fazer com que seu pai, que tem Alzheimer, sempre lembre do seu amor, a psicóloga Anabela Sabino raspou a cera do taco da sala da casa e escreveu uma declaração: ‘Pai, amo você‘, diante da poltrona preferida do seu pai.

A filha mora em Curitiba e o pai, de 93 anos, em Londrina, no norte do Paraná. Por conta da recomendação médica, o idoso deve permanecer em sua casa, onde se sente seguro. A mudança neste momento poderia acelerar o seu quadro clínico. “Longe do ambiente que lhe é familiar, ele fica muito perturbado, e os sintomas da doença se agravam”, contou Anabela.

Moram com ele um amigo da família e duas cuidadoras, que revezam nas tarefas do dia a dia, sempre supervisionadas pelos quatro filhos.

Durante visita, filha resolve escrever declaração no cômodo preferido do pai

A psicóloga contou que em outubro foi visitar seu pai e, percebeu que o chão da sala, o cômodo preferido do idoso, estava maltratado pelo excesso de cera.

“Sabendo do potencial do piso, resolvi raspar a cera, para ver como ficava. Depois de raspar alguns tacos, olhei para meu pai diante de mim e imediatamente me veio a ideia de fazer algo mais significativo”, justificou a psicóloga.

Ela começou a raspar o chão e o borrão inicial se transformou na letra ‘A’. Segundo ela, a palavra principal era o verbo da frase, por isso, deveria ser ‘amo’. Em seguida, criou a frase com o espaço que sobrava.

“Escrevi bem grande para que ele não tivesse dificuldade de ler. Aquilo era o que meu coração ditou para minha mão. Fiz com tanto prazer e movida por emoção tão boa que nem percebi o tempo passar. Escrevi com uma espátula improvisada de um centímetro. Foi assim, meio sem pensar, movida pelo sentir.”

Filha escreve declaração no chão da sala para pai com Alzheimer

O pai sentado em sua poltrona preferida, em seu cômodo predileto, com a homenagem feita pela filha (Foto: Anabela Sabino)

‘Esquecer você, nunca’, declarou pai após homenagem

Anabela contou que seu pai nem se deu conta do que estava fazendo, “envolvido com seu mundo misterioso entre um cochilo e outro”. Quando terminou, ela sentou ao lado dele, que estava na sua poltrona preferida, e pediu para que o pai com Alzheimer lesse a declaração. 

“Ele leu em voz alta e deu uma risadinha. Aí, lhe disse: escrevi bem na frente da sua poltrona, para o senhor ler sempre e não se esquecer de mim e o quanto eu amo o senhor. E, com muita clareza, ele me respondeu: ‘Esquecer você, nunca‘”, contou emocionada.

Anabela finalizou a conversa dizendo que sabe que chegará o dia em que o pai esquecerá de tudo, mas, também sabe que o sentimento de amor e carinho permanecerá com ele. “Eu sei que chegará o dia que ele esquecerá todos os seus amores, mas sei também, que esse esquecimento é superficial, motivado por uma falha física, mas não na profundidade da alma, que é imortal.”

A filha, que fez a declaração para o pai, além de psicóloga é escritora e, um de seus livros fala sobre o envelhecimento. Nele, Anabela faz algumas reflexões sobre as sabedorias adquiridas com o passar do tempo. O título é: ‘Amadurecendo com Sabedoria’.

Filha faz declaração para pai com Alzheimer em Curitiba

Segundo a filha, o amor fez com que ela fizesse a declaração para o pai com Alzheimer (Foto: Anabela Sabino/Arquivo pessoal)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.