Notícias

Apresentador da RIC se revolta após mulher desmaiar na fila do INSS: “Cidadão é tratado como lixo!”

Retomada dos serviços estavam programados para esta segunda-feira (14), porém os peritos não apareceram para atender os servidores que haviam realizado agendamento

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem da RIC Record TV Curitiba
Apresentador da RIC se revolta após mulher desmaiar na fila do INSS: “Cidadão é tratado como lixo!”

14 de setembro de 2020 - 11:24 - Atualizado em 14 de setembro de 2020 - 11:56

O apresentador Guilherme Rivaroli, da RIC Record TV, ficou revoltado na manhã desta segunda-feira (14) após uma mulher desmaiar em frente a sede do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que deveria ter sido reaberto hoje. A servidora foi atrás de uma perícia, entretanto, um funcionário do local informou que os agendamentos devem ser remarcados.

A mulher, que sofreu um desmaio em frente ao INSS, teve a confirmação da perícia no último sábado (12), entretanto, não foi avisada que os peritos entrariam em greve no mesmo dia. Pouco antes de passar mal, a trabalhadora conversou com a equipe de reportagem do Paraná no Ar.

Eu estou quase caindo, tonta, mas eu vim porque eu preciso. Eu me quebrei trabalhando, não foi passeando ou bebendo. E quando você precisa, não tem”, declarou a servidora que poucos minutos depois caiu no chão.

A mulher ainda acrescentou que está sem trabalhar há um ano e havia agendado o atendimento para esta manhã.

“Eu faço uso de morfina dia e noite, para dor crônica. Eu tenho toda coluna quebrada, aste no coxis, espaçador de medula, já estou com cirrose no fígado por causa de muitos medicamentos. São 42 comprimidos por dia e confirmaram no sábado que teria atendimento”, disse a servidora.

Apresentador da RIC se revolta

A imagem dos servidores em frente ao INSS, com a porta fechada, já havia deixado o apresentador do Paraná no Ar indignado. 

“Isso não é de graça, é isso que governo nesse país precisa entender, você não fazer favor para nós. Isso não é um favor. Isso é pago! 11% do meu salário, do salário do meu cinegrafista, da Luiza Luersen, da Rê que está no estúdio, do teu salário! A seguridade social ela é paga e é cara para o serviço porcaria que vocês fazem”, comentou.

Após um funcionário informar ao vivo que todos devem remarcar os atendimentos, pois os peritos não haviam ido trabalhar, Guilherme Rivaroli classificou a atitude como uma “zona”

“É uma barbaridade isso, como o INSS reprograma uma reabertura e não conversa com os peritos? Esse país está um caos, está uma bagunça, uma zona! Está uma balbúrdia isso daqui, o cidadão é tratado como lixo. Mas nós é que pagamos esta conta”, falou indignado.

Entretanto, a revolta ficou ainda maior quando a mulher, que estava em situação grave, passou mal e desmaiou em frente ao INSS.

“A resposta é essa aí, fecha na cara do cidadão a porta. Eles fazem a ‘caca’, cometem o erro no atendimento e quando o cidadão vai na imprensa pedir ajuda, quando ele vem cobrar a porta se fecha na cara dele. Tem gente passando mal! O que é que é isso? […] O INSS não é capaz de abrir a porta para uma pessoa que passou mal, uma pessoa que agendou atendimento, que esperava ser atendida hoje, e aí vocês querem que a gente venha aqui na televisão e diga ‘nossa, mas o serviço de saúde no Brasil é ótimo, o serviço público no Brasil funciona’. Funciona ‘patavina’ nenhuma. Isso não é funcionar”, declarou.

Uma equipe policial que estava acompanhando a reabertura da agência do INSS acionou uma ambulância, porém, em estado preocupante, a paciente foi levada em carro particular mesmo.

“Uma pouca vergonha o que fizeram os peritos do INSS em Curitiba hoje com o povo, não sei se foi só aqui”, comentou Rivaroli.

Confira o vídeo do momento da ocorrência: