Coronavírus

Hospitais de Curitiba fazem festival com Alvaro & Daniel, Padre Reginaldo Manzotti e outros

Lucas
Lucas Sarzi Com informações da assessoria de imprensa
Hospitais de Curitiba fazem festival com Alvaro & Daniel, Padre Reginaldo Manzotti e outros
Foto: Reprodução/Instagram.

15 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:44

Dez hospitais filantrópicos de Curitiba vão se unir num evento a favor da saúde e da vida neste sábado (16), das 15h às 21h, com transmissão pelo youtube e redes sociais. O festival vai ter a participação de artistas e religiosos. Vários curitibanos já estão confirmados, como o Padre Reginaldo Manzotti e a dupla Álvaro & Daniel.

A campanha pretende arrecadar doações para os hospitais que estão no enfrentamento à pandemia de covid-19. A intenção é que os recursos ajudem na aquisição de insumos e no custeio hospitalar.

Entre as atrações do evento, além das duas ja citadas, estarão as cantoras Rafa Gomes e Maria Clara Nery, que participaram do programa The Voice Kids, a Banda Mais Bonita da Cidade e a cantora gospel Ana Paula Valadão.

Também estão confirmados alguns nomes novos da música, como o cantor Nicolas Cândido e o DJ Nizo Gomide. Os atores Alexandre Nero, Luciano Szafir, Letícia Sabatella e o ator Fhelipe Gomes, da novela Malhação também vão marcar presença.

Doações para ajudar os hospitais no combate ao coronavírus

As arrecadações de doações vão ser feitas pelo site www.unidospelavidacuritiba.com. Na página, as pessoas serão direcionadas a um ambiente seguro onde poderão cadastrar seus cartões de crédito para fazer as doações, que poderão ser nos valores de R$ 10, R$ 15, R$ 20 e R$ 50. Também haverá opção de fazer doações de valores maiores.

O festival deste sábado é o primeiro passo desta campanha, que terá futuramente a continuidade nas ações para arrecadação de doações. O montante será dividido igualmente entre todos os hospitais envolvidos.

unidos pela vida festival

A importância de doar neste momento crítico

De acordo com o diretor-geral do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, Rogério Kampa, a solidariedade é fundamental neste momento delicado vivido por toda a sociedade. “Parcerias como esta são importantes para que os hospitais possam amparar, em especial, as pessoas mais carentes, que enfrentam vulnerabilidade social”, afirma.

Segundo o gerente de projetos sociais e mobilização de recursos do Hospital Nossa Senhora das Graças, Eduardo de Oliveira Filho, com a pandemia do novo coronavírus os hospitais tiveram uma desestabilização em suas programações financeiras.

Uma caixa de máscara, por exemplo, que antes da pandemia custava R$ 5, atualmente é adquirida por R$ 200,00. “Mas não se trata apenas da compra de EPIs (equipamentos de proteção individual), que tiveram aumento de custos, mas toda a estrutura hospitalar, os insumos necessários e a mão-de-obra”, afirma.

Mesmo para os hospitais que não são referência no atendimento da COVID-19, o custeio aumentou, tendo em vista que toda a rede hospitalar precisa proteger tanto os pacientes quanto as equipes de saúde e necessita manter o atendimento de outras doenças. “Um hospital está dando as mãos para o outro, para que todos possam cooperar neste momento”, explica.

Os hospitais filantrópicos são instituições sem fins lucrativos, que possuem no mínimo 60% de seu atendimento destinado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Para fazer parte deste perfil a entidade deve possuir o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social na Área de Saúde (CEBAS), concedido pelo Ministério da Saúde.

coronavirus no brasil 2020

(FOTO: MARCELLO CASAL JR/ AGÊNCIA BRASIL)

Fique em casa e mantenha o isolamento social

Além do pedido de doações, a campanha terá como objetivo conscientizar a população da importância de manter o isolamento social. O gerente de projetos sociais alerta que têm sido observadas algumas ações no intuito de flexibilização do isolamento. Porém, a curva de infecções ainda está crescente.

Estamos reafirmando a necessidade de prevenção: fique em casa e use máscaras. É importante essa atitude pois, além da COVID-19, outras doenças continuam em circulação, como a dengue, e as pessoas também precisam dos hospitais para tratamentos de outras comorbidades, como o câncer”, evidencia Eduardo.

Festival Unidos pela Vida

O festival vai ser neste sábado (16), das 15h às 21h, com transmissão ao vivo no canal do YouTube que foi criado especificamente para o evento. Acesse o canal Unidos Pela Vida e aproveite o momento especial de união em casa.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.